"Nem tão cedo", diz Léo sobre rumores da volta de Victor e Léo. Foto: Divulgação: TV Globo
"Nem tão cedo", diz Léo sobre rumores da volta de Victor e Léo. Foto: Divulgação: TV Globo
in ,

“Nem tão cedo”, diz Léo sobre rumores da volta de Victor e Léo

Desde que se separaram em 2018, constantemente são divulgadas informações indicando uma possível volta da dupla Victor e Léo. Questionado no canal “Renato Sertanejeiro” se alguns desse boatos tinham fundamento, Léo Chaves foi direto: “Não, nem tão cedo. Tô muito feliz com a minha carreira solo e ele também. A gente voltou a alimentar a relação de irmão, algo que se perdeu com a carreira. O meu chão e o de Victor estava bastante trincado. A gente não se separou à toa“.

"Nem tão cedo", diz Léo sobre rumores da volta de Victor e Léo. Foto: Divulgação: TV Globo
“Nem tão cedo”, diz Léo sobre rumores da volta de Victor e Léo. Foto: Divulgação: TV Globo

Ver essa foto no Instagram

Tá ai a resposta… Mais direto impossível!!!

Uma publicação compartilhada por Renato Sertanejeiro (@renatosertanejeiro) em

“Quase tirei minha vida”, diz Victor Chaves após acusação de agressão à mulher

Victor Chaves, da antiga dupla Victor e Leo, se tornou um dos músicos mais respeitados dos anos 2000 no Brasil devido ao seu talento de compor, tocar e ainda cantar. Porém, em fevereiro 2017, a acusação de que havia batido na então esposa, Poliana Bagatini, transformou um dos homens mais desejados do Brasil em um “inimigo”.

Três anos depois, após um vultuoso silêncio, Victor deu fortes declarações ao jornal Folha de S. Paulo e confessou que até pensou em suicídio. “Fui para Uberlândia para decidir se ia parar a turnê da dupla. Lá, me deparei com um caos psicológico e emocional. Tombei. Seis dias depois do episódio, quase tirei minha própria vida. Prefiro não entrar em detalhes“.

Victor Chaves e a ex-mulher, Poliana Bagatini. Foto: Reprodução Internet

“Ficar calado três anos, foi duro. Meu ímpeto era de me defender”

Na entrevista ele reafirmou que não teve uma atitude de agressão, mas de contenção que foi interpretado de um modo errôneo. “Utilizaram os fatos com leituras sensacionalistas. Se não fosse para a mídia e não chegasse aos rigores que chegaram, teria sido um dia de caos que resultaria em separação. Como se trata da mãe dos meus filhos, só posso falar que houve descontrole emocional grande. Não estava na discussão entre Poliana, minha mãe e minha irmã no andar de baixo. Ouvi coisas quebrando. Estava com minha filha no colo, passei ela para a cozinheira e desci“.

Victor Chaves continuou explicando: “Vejo cacos de vidro e Poliana aos gritos: ‘Vou pegar nossa filha e ir pra rua’. Tento impedir e proteger minha filha: ‘Calma, você está grávida’. Ela cede, mas volta. É triste Poliana dizer no depoimento que eu a joguei no chão. Na TV, aceleram o vídeo. Não dá para ver que estou arqueando o corpo para suavizar a queda dela. Tecnicamente, o que digo é comprovável. Mesmo que não fosse, se tivesse chutado uma mulher no chão não teria como não feri-la. O exame de corpo de delito deu negativo. Não havia marcas de agressão. Fiquei calado três anos, foi duro. Meu ímpeto era de me defender“.

“O que me salvou foi a arte”

Diante do escândalo, Victor disse que viveu um período extremamente difícil na sua vida e carreira: “Fiquei sem chão. Na mídia, antes me retratavam como um ser perfeito, o que nunca fui. Depois, você vira um monstro, o que também não é. Percebi ali empiricamente que basta a minha consciência. Vivi uma dor tão grande que só dormia e tocava. O que me salvou foi a arte. Durante uns sete meses, tomava banho de três em três dias. Eu me enfiei nos shows, mesmo envergonhado. Era música atrás de música para eu não pensar. Meus músicos me viam acabado, chorando“.

Victor Chaves tem álbum solo finalizado

O cantor ainda revelou que esse momento ressignificou a carreira e já finalizou um álbum solo: “Precisei desse tempo de reclusão pra me dedicar a meus filhos, blindá-los e me reformular para um trabalho próprio. Em maio de 2019, chamei uns músicos para fazer um som no meu apartamento. Comecei a compor canções que refletiam essa nova fase. Sempre fui folk. Em dezembro, resolvi gravar um disco, ‘Luz do Sol’, na sala onde fazíamos os ensaios, como nos anos 1950. Ainda espero o melhor momento para lançar.”

Escrito por Helena Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Any Gabrielly ocupa Instagram da Cleo nesta quinta-feira

Feat. com BLACKPINK? Selena Gomez diz que terá novidades