NeggataPod: videocast de entretenimento destaca potências negras
Cientista Social e criadora de conteúdo, conhecida nas redes sociais, como Neggata lança o ‘NeggataPod’, um videocast de entretenimento e cultura. Foto: Leandro Gois
in

NeggataPod: videocast de entretenimento destaca potências negras

Em entrevista exclusiva ao POPline.Biz, a Cientista Social e Criadora de Conteúdo Neggata, revela os bastidores da iniciativa pioneira liderada por uma mulher negra no YouTube

A Cientista Social e criadora de conteúdo, conhecida nas redes sociais, como Neggata lançou hoje (23) o ‘NeggataPod’, um videocast de entretenimento e cultura, em seu canal do YouTube. Durante o podcast, a influenciadora vai receber artistas de diversos segmentos, de poetas a fotógrafos, como Mel Duarte, Roger Cipó e Lu Big Queen, entre outros convidados de peso. No programa de estreia, o papo será com o trio Bia Ferreira, cantora, compositora e multi-instrumentista; Lorrane Caroline, estudante de Direito, irmã e social media de Neggata; e Jonathan Ferr, pianista e compositor.

Em entrevista exclusiva para o POPline.Biz é Mundo da Música, Neggata explica os diferenciais da iniciativa que promete criar diálogos leves e memoráveis entre potências negras, além de revelar um lado mais pessoal da criadora de conteúdo, acompanhada por mais de 180 mil pessoas nas plataformas do Instagram e o YouTube.

“Acredito que meu diferencial nesse podcast é que além dele ser apresentado por mim, uma criadora de conteúdo preta, do YouTube, uma vez que há poucas mulheres pretas protagonizando videocasts atualmente; não há muitas mulheres pensando formas de trazer algo que as represente tanto na apresentação, e quanto na escolha dos convidados. E foi daí que surgiu essa minha necessidade de continuar no YouTube, mas passar a produzir um videocast, que para além de estarem em alta, eu me ver, me sentir representada“, revela Neggata.

“E também por sentir falta de pautas sinceras sobre arte, moda, música, cultura, filosofia, religião. Ter a possibilidade de trazer pessoas pretas múltiplas, interessantes, inteligente, bonitas, viajadas, é trazer mesmo o universo negro, o mundo negro que viemos para apresentar ao público. E também quem quiser, pessoas brancas, indígenas, asiáticas, e também apresentar a pluralidade dessas pessoas e trazê-las para esse universo apresentado por mim”, diz Neggata.

No programa de estreia, o papo no NeggataPod será com o trio Bia Ferreira, cantora, compositora e multi-instrumentista; Lorrane Caroline, estudante de Direito, irmã e social media de Neggata; e Jonathan Ferr, pianista e compositor.
No programa de estreia, o papo no NeggataPod será com o trio Bia Ferreira, cantora, compositora e multi-instrumentista; Lorrane Caroline, estudante de Direito, irmã e social media de Neggata; e Jonathan Ferr, pianista e compositor. Foto: Leandro Godoi/Divulgação

Leia Mais:

A criadora  de conteúdo revela que irá apresentar pessoas “novas” para o grande público que, muitas vezes, não possuem espaço na grande mídia.

“E são artistas que admiro, e que eu queria muito poder conversar com eles sobre a vida deles, sobre como foi a trajetória deles, e não só isso, mas também entender o universo da música deles. Além disso, a resiliência deles enquanto cantores, que ao meu ver estão aí como promessa, e para eu trazer para o meu podcast já posso dizer uns 10 [artistas]”, reflete a cientista social.

“E de alguma forma, vamos nos fortalecer ali, e teremos essa troca genuína, que eu não vejo no YouTube, além de também não ver esses cantores que estão começando enquanto convidados, e por fim, também não vejo cantores mais famosos, sendo entrevistados de uma forma mais irreverente, saudável e mais interessante“, analisa Neggata.

A criadora aponta que os artistas que estão começando possuem lugar no NeggataPod e que a curadoria é totalmente dela, a partir de pessoas que escuta e acompanha, mas, revela que não será “apenas isso”.

“[A curadoria] também parte de trocas com amigos especiais, dos quais trocamos sobre alguns artistas, intelectuais e outros agentes da cultura, do qual nos questionamos o porquê essas pessoas não terem um espaço, porquê não tem uma entrevista com essa pessoa, ou porquê não fazem ‘essa pergunta específica’. Além disso, também pude contar com a minha assessoria de imprensa, que nos apoiou com sugestões de nomes e contatos”, revela Neggata.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Neggata (@neggata)

Em 2021, Neggata foi selecionada para o #YoutubeBlack, Vozes Negras, projeto dedicado a destacar e promover o crescimento de criadores e músicos negros no YouTube, e foi a partir do fomento do projeto que, após um longo hiato da carreira na internet, o público vai ter a volta de Neggata, de uma forma nunca vista antes, através do videocast.

“Fazer parte do Black Voices foi incrível para mim, que estou há muito tempo no YouTube, e que por muito tempo sobrevivi produzindo meus conteúdos sozinha, e isso além de ser muito solitário, não só por falar sobre ativismo, mas também por você ser “ponta de lança” de toda uma comunidade. Você se torna uma representação e agora com o Black Voices, eu pude realizar um sonho de mostrar minhas fragilidades, minhas individualidades, subjetividades como criadora de conteúdo, como uma pessoa que é versátil, que gosta de moda, que gosta de cultura, de música, e poder trazer essas pessoas que eu admiro para o meu universo“, confessa a criadora de conteúdo.

“Eu sempre quis trabalhar como entrevistadora, porque eu adoro conversar com as pessoas, adoro trocar, eu tenho muitas dúvidas. Então o Black Voices vem como um realizador, um catalisador. Possivelmente sem ele, eu já teria desistido da criação de conteúdo no Youtube, eu confesso. Pois não teria garra, nem força para fazer o que estou fazendo agora, então o incentivo veio para me impulsionar mesmo, e me comprovar que tenho um apoio de uma plataforma como o próprio YouTube”, finaliza Neggata.

Criadora de Conteúdo Neggata divulga potências negras dos mais variados setores da sociedade
Criadora de Conteúdo Neggata divulga potências negras dos mais variados setores da sociedade. Foto: Leandro Godoi/Divuvlgação

O podcast, ainda em fase de construção e estudo, mas já promete formatos irreverentes de quadros e que conversem diretamente com a audiência. O spoiler liberado por Neggata é sobre um dos quadros que vai se chamar “Caixa Preta”, onde a ideia é colocar em uma recipiente itens e/ou situações que possam provocar no entrevistado sentimentos “esquisitos” e espontâneos.

A primeira temporada com seis episódios terá uma duração média de 50 minutos, que serão transmitidos às terças-feiras pelo YouTube, às 19h30, e vão entrar, via Anchor, nas plataformas: Spotify, Google Podcasts, Deezer, Breaker e RadioPublic.

Para 2022, dentre os planos de Neggata estão a captação de patrocinadores para que a segunda temporada aconteça, assim como o desenvolvimento de novos quadros no programa e fidelização da sua base de audiência.

Escrito por Láisa Naiane

Lady Gaga explica porque não quis ler o livro “House of Gucci”

Lady Gaga comemora indicações ao Grammy com texto emocionante para Tony Bennett