Fotos: Divulgação
in

Conheça os brasileiros selecionados para o projeto #YoutubeBlack Vozes Negras

Entre os 35 brasileiros selecionados estão Péricles, Rael, Urias e Mc Carol.

Ao longo da história, os artistas negros inovaram e influenciaram todos os gêneros musicais de maneiras incomensuráveis. Para celebrar e estimular a arte negra em todo o mundo, o Youtube desenvolveu um programa intitulado #YouTubeBlack Voices – uma iniciativa dedicada a incentivar criadores e artistas negros em ascensão com os recursos para ter sucesso em nossa plataforma.

Entre os criadores e artistas que fazem parte da primeira turma global, 35 deles são brasileiros. Nomes da música como Péricles, Rael, Urias e Mc Carol, estão entre os selecionados que vão participar do programa e receberão um financiamento para investir na melhoria dos conteúdos e estrutura dos seus canais.

Foto: Reproduçãp/Youtube dos destaques globais de artistas do programa

Ao todo são 132 selecionados do Brasil, África do Sul, Austrália, Estados Unidos, Nigéria, Quênia, e Reino Unido e, entre eles, há músicos, empresários de beleza, comediantes, ativistas, poetas, treinadores, professores, pais e fotógrafos. Ao todo serão 100 milhões de dólares dedicados a amplificar e desenvolver vozes e histórias negras.

“Nosso objetivo é apresentar narrativas inovadoras que enfatizem o poder intelectual, autenticidade, dignidade e alegria das vozes negras, bem como educar o público sobre a justiça racial”, revela Bibiana Leite, Head de Parcerias e Líder do Youtube Black para América Latina.

Como funciona

Nos próximos meses, o YouTube trabalhará em estreita colaboração com os criadores para ajudá-los a prosperar na plataforma. Isso incluirá suporte dedicado do YouTube e um financiamento inicial com valores entre 10 mil e 50 mil dólares para investir na estrutura do canal.

Os selecionados também participarão de programas de networking e treinamentos personalizados da Incubadora de Criadores do YouTube, uma experiência imersiva de três semanas que conta com workshops virtuais para ajudar em produções e na administração do negócio.

“Nós assumimos o compromisso de manter o fundo ativo por pelo menos três anos, com expectativa de investimento em mais de 500 criadores no mundo todo. Nos próximos meses serão abertas as inscrições para a turma de 2022”, revela a plataforma.

Conheça, por ordem alfabética, os criadores e artistas brasileiros de 2021:

10ocupados
O grupo de humor começou brincando com o cotidiano e antigas brincadeiras de rua e hoje acumula mais de 4 milhões de inscritos na plataforma.

AD Junior
Trabalha como especialista em Marketing Digital e em suas redes trata de assuntos ligados à representatividade, além de prestar consultoria em estratégia de diversidade e questões raciais para grandes empresas no Brasil.

Ana Paula Xongani
Seus trabalhos já a levaram para muitos lugares, entre eles para a TV, onde apresenta o programa Se Essa Roupa Fosse Minha, no GNT, sobre moda consciente. Nas redes, produz conteúdos próprios e para empresas. Realizou à convite da Obama Foundation o minidoc “Por que precisamos voltar à escola”, sobre educação de meninas negras.

Beleza Negra – Patrícia Avelino
Começou no YouTube em 2010, com conteúdo voltado à valorização da beleza da mulher negra, com vídeos sobre sobre cabelo crespo, maquiagem, resenhas e mais.

Camila Nunes
Formada em Maquiagem e Estética, mora em Niterói, e criou o canal em 2012 para ajudar mulheres de pele negra a se auto maquiar, além de compartilhar dicas de tudo relacionado ao universo feminino.

Débora Luz
Seu canal dedicado ao empoderamento da mulher através da valorização da diversidade da beleza. Moradora de São Paulo, publica vídeos sobre bem estar, empoderamento feminino , decoração e sua rotina em geral.

Dois Por Cento TV
Sidney Gabriel, também conhecido como DPC (Dois Por Cento), mora em Mauá – SP. Começou no YouTube em 2015, produzindo conteúdo totalmente voltado ao basquete. Graças à plataforma conseguiu viajar para a Polônia para representar o Brasil no mundial de basquete freestyle.

Nath Finanças
O objetivo do canal é tornar a educação financeira mais acessível, ensinando de uma maneira fácil e prática para quem nunca estudou ou não entende do assunto.

Gabi Oliveira
Gabi Oliveira é comunicadora social e criadora de conteúdo, atualmente reúne um público de seguidores virtuais em suas redes de aproximadamente 1 milhão de pessoas, sendo um dos canais participantes do programa Creators For Change do Google.

Guardei no Armário
Atua no mercado publicitário há mais de 10 anos. Negro, de origem periférica, gay e militante das causas negra e LGBT, Samuel palestra sobre diversidade sexual e raça por todo o país. Está entre os 20 criadores de conteúdo negro mais inovadores, segundo a Forbes em 2020.

Herdeira da Beleza
Maquiador profissional, Tássio Santos tem um canal focado em beleza negra, em que dá dicas de maquiagem e produtos para pessoas com esse tom de pele.

Jacy July
Encontrou nas redes sociais uma forma de se expressar, seja através do autocuidado com os cabelos e pele, autoestima, ou beleza. Seu canal é focado na valorização da autoestima e o empoderamento de pessoas negras.

LevviTalk
Leandro Vicente é apaixonado por trocas culturais e idiomas. Em seu canal cria conteúdos para ajudar pessoas a alcançarem seus objetivos pessoais e profissionais. Entre os temas abordados estão: como aprender Inglês, área de TI, dicas de carreira, estudos e viagens.

Luany Cristina
O canal foi criado para falar dos cuidados com o cabelo crespo, receitas caseiras, finalização, maquiagem e resenha de produtos, com o passar do tempo outros temas foram surgindo como empoderamento, autoestima e aceitação.

Luci Gonçalves
Carioca, favelada, escritora e criadora de conteúdo, Luci aborda questões como negritude, bissexualidade, beleza e favela.

Monalisa Nunes
Médica baiana atuante na área de dermatologia com enfoque em pele negra e dermatologia natural. Começou no YouTube durante a faculdade de medicina e desde então produz vídeos motivacionais com dicas de estudo, entretenimento médico e dermatologia.

Muro Pequeno
Nascido na Bahia e vivendo hoje no Rio de Janeiro, Murilo Araújo é jornalista e pesquisador, bacharel em Comunicação Social e mestre em Estudos Linguísticos pela Universidade Federal de Viçosa/MG. É ativista ligado às causas anti-racista e anti-LGBTfobia.

Nátaly Neri/ Afros & Afins
Nátaly Neri mora em São Paulo e cria vídeos para o Youtube desde 2015. Fala sobre moda, sustentabilidade, veganismo, negritude e feminismo.

Neggata
Neggata é um alter ego de puro empoderamento. Cria vídeos desde 2014 com a intenção de trazer mais conscientização e cultura pro mundo.

PhCôrtes
Com 18 anos, fala do protagonismo negro na história do Brasil, na atualidade, cultura pop e entretenimento, além de trazer convidados para falar sobre diversos assuntos.

Papo de Preta
O canal existe para dar vez e voz a mulher negra com vídeos sobre cultura pop, cotidiano, beleza, e sociedade, tudo comentado com o olhar de duas mulheres negras.

Preta Araújo
Nascida e criada em São Paulo, mais precisamente na Zona Leste, começou no YouTube sem pretensão, em busca de ensinar amarrações de turbantes. Hoje, com 6 anos de plataforma, fala sobre tudo e sempre de uma forma bem humorada.

Rafaela Lima
Nascida e criada na favela da Maré, no Rio de Janeiro, viu na educação uma forma de mudar o rumo da sua família. A professora criou o seu canal como um espaço para quem ama ciências, com aulas para ensino fundamental, dicas e curiosidades.

Ramana Borba
Com mais de 1 milhão de inscritos, Ramana ensina diversas coreografias, sejam as mais complexas ou as virais, e outros passos de dança no seu canal.

Soul Vaidosa
Musicoterapeuta por formação, a criação de conteúdo chegou na sua vida inspirada pela filha Jade e o quanto representatividade e narrativas diversas são importantes para construção da identidade negra.

Spartakus Santiago
Youtuber negro e gay que usa a cultura pop para discutir sobre questões sociais como saúde mental, racismo e LGBTfobia. Com mais de 80 milhões de views somando todas as plataformas, seu canal o levou a ter vídeos expostos no MASP e a ser eleito um dos 20 criadores negros mais inovadores pela Forbes.

Thelminha
A médica e influenciadora ganhou destaque nacional ao vencer a edição 2020 do Big Brother Brasil. Produz conteúdo sobre medicina, lifestyle e empoderamento no YouTube desde 2017.

Tô de crespa
Começou no Youtube em 2016 compartilhando os processos da transição capilar. Fala sobre a valorização da beleza negra, cabelo crespo, abordando também empoderamento, autoestima e aceitação pessoal.

UmBipolar
O canal de humor é comandado por Biel, que cria séries e curta-metragens originais, além de fazer paródias de sucessos musicais.

UTK
O casal Johnny Klein e Camila Bertani comandam um canal com esquetes de humor, em que fazem graça com situações do cotidiano e de relacionamentos.

Yuri Marçal
Sua trajetória no humor começou em 2016 e, desde então, coleciona risadas, shows e milhares de fãs. Yuri caiu nas graças do público investindo em uma linha humorística não explorada no Brasil: o humor afrocentrado e crítico.

MC Carol
Nascida em Niterói, no Rio de Janeiro, a artista traz em suas músicas mais recentes temas como racismo, exclusão social e feminismo.

Péricles
Ex-integrante do grupo Exaltasamba, Péricles é cantor, compositor e instrumentista de samba e pagode.

Rael
O rapper paulistano traz uma mistura de ritmos que o rendeu indicações ao Grammy Latino e APCA, além do troféu de melhor cantor no Prêmio da Música Brasileira em 2017.

Urias
Da moda para a música e importante nome da cena LGBTQIA+, a mineira ganhou destaque com o clipe “Diaba”, vencedor do Berlin Music Video Awards na categoria Melhor Direção de Arte.

Cliquei aqui para conhecer a lista global de artistas.

Escrito por Rafa Ventura

Olivia Rodrigo primeiro lugar

“drivers license”: Previsão coloca Olivia Rodrigo em #1 na Billboard Hot 100

Sex shop man: Kevinho dá dicas para homens que pensam em trair