Connect with us

Gal Costa

Na estreia do novo show, Gal Costa inova e canta reggae e Fábio Júnior! Veja o setlist completo

A cantora interpretou sete músicas do novo CD, “A Pele do Futuro” no espetáculo com 25 canções!

Published

on

Foto da capa de “A Pele do Futuro”, novo CD de Gal Costa. Foto: Divulgação

Gal Costa está em uma fase radiante da sua carreira! A cantora, que lançou o álbum “A Pele Do Futuro” em setembro e inovou ao apostar em uma versão repaginada na dance music dos anos 1970, demonstra que a novidade é a sua grande ambição na nova fase. Se no CD a cantora aposta no inusitado dueto com Marília Mendonça em “Cuidando de Longe”, ao vivo, na estreia da turnê em São Paulo, no sábado, (01), a intérprete ousou ainda mais e intercalou um dos seus maiores sucessos “Vapor Barato” com citações da canção “Motor”, da banda de reggae Maglore. Ela também surpreendeu ao incluir a música “O que é que há”, gravada originalmente por Fábio Júnior.

Além disso, o show com direção de Marcus Preto conta com o guitarrista Pedro Sá e Gal Costa canta sete músicas do novo álbum no espetáculo com 25 canções. Segundo informações do portal “G1”, o setlist do show “A Pele do Futuro”, de Gal Costa é o seguinte!

1. Dê um rolê (Moraes Moreira e Luiz Galvão, 1971)
2. Mãe de todas as vozes (Nando Reis, 2018)
3. Mamãe, coragem (Caetano Veloso e Torquato Neto, 1968)
4. Vaca profana (Caetano Veloso, 1984)
5. Viagem passageira (Gilberto Gil, 2018)
6. London London (Caetano Veloso, 1971)
7. As curvas da estrada de Santos (Roberto Carlos e Erasmo Carlos, 1969)
8. Motor (Teago Oliveira, 2013) – com citação de Vapor barato (Jards Macalé e Waly Salomão, 1971)
9. Lágrimas negras (Jorge Mautner e Nelson Jacobina, 1974)
10. Que pena (Ela já não gosta mais de mim) (Jorge Ben Jor, 1969)
11. Volta (Lupicínio Rodrigues, 1957)
12. O que é que há (Fábio Jr. e Sérgio Sá, 1982)
13. Palavras no corpo (Silva e Omar Salomão, 2018)
14. Sua estupidez (Roberto Carlos e Erasmo Carlos, 1969)
15. Minha mãe (César Lacerda, 2018) / Oração de Mãe Menininha (Dorival Caymmi, 1972)
16. Realmente lindo (Tim Bernardes, 2018)
17. Chuva de prata (Ed Wilson e Ronaldo Bastos, 1984)
18. Sublime (Dani Black, 2018)
19. Cuidando de longe (Marília Mendonça, Juliano Tchula, Junior Gomes e Vinicius Poeta, 2015)
20. Azul (Djavan, 1982)

Bis:

21. Bloco do prazer (Moraes Moreira e Fausto Nilo, 1979) / Balancê (João de Barro e Alberto Ribeiro, 1937) / Massa real (Caetano Veloso, 1981) / Festa do interior (Moraes Moreira e Abel Silva, 1981)

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

HojeTemLive.com.br




Ranking