Rock
Foto: Getty Images
in ,

Miley Cyrus é aclamada por Elton John e Metallica

Cantora cantou “Nothing Else Matters” ao lado da banda!

Miley Cyrus sempre se declarou uma fã incondicional do rock. Desde os seus primeiros álbuns e turnês, a cantora quase sempre acrescenta elementos e referências que vão de Nirvana à Nine Inch Nails passando por Bob Dylan e Beatles ao seu trabalho.

Além do aclamado álbum ‘Plastic Hearts‘, que marcou a sua recente guinada ao gênero, a artista também participou do “Metallica Blacklist”. O projeto comemora os 30 anos do lançamento do “The Black Album”, do Metallica. Interpretando “Nothing Else Matters” com arranjos de Elton John, Miley impressionou os músicos da banda. Em entrevista ao programa de rádio Stern Show, nesta quinta-feira (9), eles falaram sobre a estrela:

“Ela pertence ao rock! Ela está fazendo os movimentos certos e está fazendo a transição para uma cantora extremamente respeitada.”, disseram os músicos.

Elton John também aclamou Cyrus durante o programa: “Miley é uma ótima cantora e ela passou por muita coisa para conseguir provar que pode ser uma rockstar. Ela é provavelmente a melhor cantora de rock ‘n’ roll por aí”, comentou o cantor.

Sobre o cover de “Nothing Else Matters”, Elton John contou qual foi sua reação ao ouvir Miley cantar: “No Whiskey A Go Go ela cantou Zombie, eu falei com ela ‘arrase, pegue sua banda e mostre para o povo o que você sabe fazer’. Quando a escutei cantando Nothing Else Matters não acreditei o que estava ouvindo”, revelou o veterano.

Durante a atração, a banda e a cantora se reuniram para uma performance ao vivo. Confira “Nothing Else Matter” na voz de Miley Cyrus acompanhada pelo Metallica:

Leia mais: 

Miley fez cover de Janis Joplin em seu último show

A era roqueira de Miley Cyrus tem rendido memoráveis releituras de clássicos de bandas e artistas que fizeram história na música. E, desta vez, durante seu show no festival BottleRock, em Napa Valley, nos Estados Unidos, a estrela mandou ver numa versão de “Maybe”, de Janis Joplin.

“Essa música, para mim, está relacionada às mudanças que tenho vivenciado em minha vida. As coisas que perdi voltaram de uma forma que eu nunca soube que queria ou precisava. Essa música representa minha liberdade”, declarou no palco.

Janis é uma das maiores estrelas femininas do rock dos anos 60, e apesar de uma carreira prematura, já que morreu aos 27 anos, a cantora, porém, marcou história e ainda foi considerada pela revista “Rolling Stone” uma das 100 maiores artistas de todos os tempos. Miley continuou falando os motivos que a fizeram escolher a faixa para um cover.

“Mesmo que às vezes pareça que temos que começar do nada, como com o incêndio da casa, e reconstruir completamente… Esse incêndio foi há quase três anos e eu sento que estou começando a encontrar minha estabilidade agora. E então eu quero que todos sejam pacientes. nada que valha a pena acontece da noite para o dia, é preciso muito esforço e resiliência”.

Forbes sobre Miley Cyrus - estrela do rock de alto nível
Foto: Steve Jennings/Getty Images

Escrito por Douglas Françoza

Xamã é o único brasileiro indicado ao BET Hip Hop Awards 2021

Petrobras renova patrocínio e completa 35 anos de parceria com Orquestra Petrobras Sinfônica

Petrobras renova patrocínio com Orquestra Petrobras Sinfônica