(Foto: Twitter @Meghanholic)
in ,

Meghan Markle vence processo contra jornais, mas indenização vira piada

Ex-atriz entrou na Justiça após trechos de uma carta escrita por ela para o pai serem publicados em 2018

Meghan Markle saiu vitoriosa na batalha judicial contra contra a Associated Newspapers, empresa responsável por diversos jornais e tabloides britânicos. A ex-atriz entrou na Justiça após trechos de uma carta escrita por ela para o pai, antes do casamento com príncipe Harry, serem publicados. Acontece que o valor da indenização nem fez cócegas: apenas 1 libra, cerca de 7 reais na cotação atual.

(Foto: Instagram @sussexroyal)

Leia mais:

A informação foi revelada pelo The Guardian, que teve acesso a documentos referentes ao processo e também conversou com um advogado especializado em mídia, Mark Stephens. O profissional revelou quais valores de indenização que normalmente são esperados para casos como esse:

“Para esse tipo de invasão de privacidade, você esperaria de £ 75 mil a £ 125 mil (R$ 576,3 mil a R$ 860 mil)”, disse Mark Stephens.

Apesar da quantia inusitada em indenização, é possível que o Associated Newspapers tenha que cobrir uma grande parte das despesas legais de Meghan no processo — que são estimadas em mais de £ 1 milhão (aproximadamente R$ 7,68 milhões).

Além disso, a publicação ainda afirma que a empresa também entregará à Meghan uma quantia não divulgada por uma outra questão: a de infração de direitos autorais, já que grandes trechos da carta foram reproduzidos em uma matéria de agosto de 2018.

O fim do processo aconteceu em dezembro. A defesa da empresa jornalística alegou que Meghan sabia que a carta seria vazada. A Justiça, entretanto, definiu que o conteúdo da carta era “pessoal, privado e não era de interesse público“.

Curtiu esta matéria? Clique aqui para ler mais conteúdos do Oh My God! by POPline. Tem listas, curiosidades, virais, celebs, k-pop, reality shows e muito mais sobre cultura pop!

Escrito por Carolina Stramasso

Lei Rouanet como funciona, quem paga e os benefícios para cultura 2

Lei Rouanet: como funciona, quem paga e os benefícios para cultura

“Easy On Me”: Travis Barker cria “versão rock” da música de Adele