Foto: reprodução/ Central Ludmilla Twitter
in ,

Ludmilla faz performance de “Rainha da Favela” no ‘Domingão do Faustão’

É a primeira performance do single na televisão aberta

Prestes a estrear como jurada da próxima temporada do The Voice +60, Ludmilla esteve no “Domingão do Faustão” e serviu os fãs com performances de seus últimos hits, entre eles, “Rainha da Favela”. A cantora se apresentou no tradicional quadro ‘Ding Dong‘, que no domingo passado recebeu Luísa Sonza.

Em conversa com o apresentador Fausto Silva, a cantora falou sobre a importância de sua participação no ‘Show dos Famosos’:

“Depois de muitas vezes, aqui, no show dos famosos, muita gente começou a me reconhecer como cantora e não só como mais uma funkeira”, disse Ludmilla.

Confira a primeira apresentação de Rainha da Favela na televisão aberta:

Noivado, legalização da maconha e mais

Ludmilla deu uma entrevista sem papas na língua ao jornal “O Globo”. Às vésperas de estrear como técnica no The Voice +60, a cantora falou sobre o seu movimento em prol da legalização da maconha, do preço que pagou ao se assumir lésbica. À publicação, Lud disse que sofreu várias retaliações ao assumir o romance com a sua bailarina, Brunna Gonçalves.

“Minha presença em uma mesa já é um grande protesto”

Ludmilla declara o seu amor para a esposa Brunna em entrevista. Foto: Divulgação
Ludmilla declara o seu amor para a esposa Brunna em entrevista. Foto: Divulgação

Questionada sobre o processo que a levou a falar publicamente de assuntos que ainda são tabu na sociedade, como sexualidade e maconha, Lud respondeu:

““Fui bastante contestada por não me pronunciar em certas ocasiões. Vamos ser bem claros: muita gente por aí posta textão na web por pura falsidade. Não sou de falar, gosto de agir. Minha presença numa mesa já é um grande protesto. E as pessoas passaram a perceber isso com o tempo. Isso é representatividade. Estou com a bandeira estampada no rosto integralmente. Paguei para ver ao assumir meu amor pela Brunna. Perdi algumas coisas porque você sabe o quanto a galera é preconceituosa, mas acabei ganhando outras. E ser a gente mesmo não tem preço.”

Perguntada se é a favor da legalização da maconha, Ludmilla diz que defende “a liberdade de discussão”: “Passou da hora de esse assunto estar em pauta no Brasil. Isso precisa, sim, ser conversado e abordado com muito cuidado e atenção

Escrito por Douglas Françoza

Crédito Retido: saiba o significado e como resolver esse problema

Lana Del Rey libera capa e tracklist de “Chemtrails Over the Country Club”, seu novo álbum e rebate críticas