Connect with us

Ludmilla

Ludmilla fala sobre o conceito de “Cobra Venenosa”: “fala muito mais da união das mulheres”

Musica está dando o que falar!

Published

on

Nesta sexta-feira (03) Ludmilla lançou o single “Cobra Venenosa”, já com clipe. A música deu o que falar e dividiu opiniões. Entre as principais críticas, é que a letra incentiva rivalidade feminina. No entanto, a cantora garante que não é sobre isso. Na verdade, fala da união das mulheres.

Ludmilla escreveu uma carta aberta explicando suas reais intenções.

Leia

Eu acho que a gente tem que repensar o conceito de rivalidade feminina. A letra da música, na verdade, fala muito mais da união das mulheres. Tanto que até a personagem que seria a ‘cobra venenosa’ é chamada para se juntar ao bonde“, explica.

Ela continua: ‘Quando uma outra mulher faz algo que te machuca, te diminui ou faz algo que você acha errado tem que ser possível a gente falar sobre isso, pontuar e chamar para refletir. Não é porque é outra mulher que não podemos apontar para as contradições e erros. Isso não contribui para a gente melhorar, evoluir. Quando um homem chama a atenção de outro homem, por exemplo, não questionamos se isso é rivalidade masculina. Mas como somos ensinadas que mulheres só podem ser rivais, ficamos apenas nesse lugar“, refletiu.

Ludmilla faz reflexão sobre "Cobra Venenosa"

Foto: Divulgação

Romper com essa ideia de que crítica entre mulheres é sempre fruto de rivalidade feminina também é importante para uma relação mais verdadeira e saudável entre nós. Uma amiga me mandou um texto da atriz Jameela Jamil sobre isso e concordo com ela. Estou querendo muito aprender e, além das coisas que estou lendo e pesquisando, ainda conto com mulheres fodas, como Tia Má, que estão comigo, me ajudando e me dando a mão“, completa.

Assista ao clipe

Letra

Ai!
(Hahaha)

Eu disse: limpa, limpa antes que caia dentro
Escorrendo da boca no cantinho o seu veneno
Eu disse: limpa, limpa antes que caia dentro
No cantinho da boca escorrendo o seu veneno

Eu vim pra causar e não pra passar pano
Se fosse pra ser pacífica, eu ficava no oceano
Cobra invejosa não sai do lugar
Fica me difamando pra poder me atrapalhar
Só que você esquece, quem me protege não dorme
O meu bonde vai passar e vai te dar mais um sacode

Eu disse: limpa, limpa antes que caia dentro
No cantinho da boca escorrendo o seu veneno
Eu disse: limpa, limpa antes que caia dentro
No cantinho da boca escorrendo o seu veneno

Não troco minhas amigas por ninguém
Andar com elas é bom pra caralho (Oh, oh, oh)
Dá tempo de você mudar, sua mandada
Aproveita, o muro tá baixo (Yeah, yeah-eah)
O bonde é chave, é só mulher sagaz (Hmm)
Se não pular, tu vai ficar pra trás (Hmm)
O mundo para do jeito que a gente faz
Fica tranquilinha, da onde eu venho tem mais

Eu disse: limpa, limpa antes que caia dentro
No cantinho da boca escorrendo o seu veneno
Eu disse: limpa, limpa antes que caia dentro
No cantinho da boca escorrendo o seu veneno

HojeTemLive.com.br




Ranking