Foto: Getty Images
in ,

Lista: 5 cantoras que esqueceram do Brasil em suas turnês mundiais

Será que elas faltaram nas aulas de Geografia?

Durante os últimos dois anos, os fãs da música que estavam acostumados a prestigiar seus artistas favoritos ao vivo, se viram impossibilitados de curtir tais momentos por conta das restrições causadas pela COVID-19. Agora, com a retomada dos eventos presenciais de grande porte, muitos artistas já confirmaram suas vindas ao país para os próximos meses! Porém, muito antes desse período de impedimentos começar, alguns músicos já deixavam nosso querido lar de fora de suas viagens. Por isso, hoje vamos relembrar nessa lista 5 cantoras que esqueceram do Brasil em suas turnês mundiais! Será que elas faltaram nas aulas de Geografia?

Foto: Frank Micelotta / Parkwood Entertainment via Getty Images

Leia mais:

1. Beyoncé – Formation World Tour

Em fevereiro de 2016, logo após se apresentar no Super Bowl, a cantora Beyoncé anunciou a “Formation World Tour“, sua quarta turnê mundial. Contudo, para a tristeza dos fãs brasileiros, o “mundial” ficou só no título mesmo! Com apenas 49 shows, a artista levou seu grandioso espetáculo para estádios da Europa e América do Norte entre os meses de abril e outubro daquele ano. No velho continente, foram 17 shows; e na América, 32.

Na época, houveram rumores de que a diva viria para o Brasil, mas não rolou. Nosso país até tinha estrutura para receber a turnê, mas ficamos só na vontade mesmo. De todo modo, Beyoncé lucrou mais de US$ 256 milhões com a turnê. Será que podemos uma visita da Queen B caso entre em tour para divulgar o “ACT I | RENAISSANCE“? Estamos na torcida!

2. Rihanna – ANTI World Tour

Foto: Bennett Raglin / Getty Images

O ano era 2015, e antes mesmo de lançar seu aguardado oitavo álbum de estúdio, Rihanna anunciou em novembro a “ANTI World Tour“. Como de costume, as primeiras datas reveladas contemplavam somente cidades da América do Norte e da Europa. Ainda assim, os fãs brasileiros tinham esperanças; afinal de contas, em setembro daquele mesmo ano, a cantora havia realizado um show único no país, no festival Rock in Rio. Aliás, vale dizer que muitos elementos visuais presentes na turnê foram testados nessa apresentação no Brasil.

O tempo passou e, em fevereiro de 2016, Riri deu o pontapé inicial de sua quinta turnê mundial. Com 75 shows no total, entre arenas e estádios, a artista só adicionou um show fora dos continentes já citados: em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes. Assim como na turnê de Beyoncé, também houveram rumores de que a caribenha traria seu espetáculo para terras brasileiras. Inclusive, duas cidades chegaram a ser citadas para receber o show: São Paulo e Salvador. Porém, no final das contas, Rihanna esqueceu a gente no churrasco!

3. Adele Live 2016

Foto: Ethan Miller / Getty Images

Enquanto Rihanna e Beyoncé podem dizer que vieram ao Brasil algumas (poucas) vezes, Adele é uma cantora que, em todos os seus anos de carreira, nunca se apresentou por aqui. Nunca! De fato, qualquer uma de suas turnês poderia aparecer nessa lista, mas escolhemos a “Adele Live 2016” pois esta foi uma das maiores da artista. Com 121 shows no total (pois é, cento e vinte e um), a vencedora do Grammy se apresentou entre os meses de fevereiro de 2016 e junho de 2017 na América do Norte, Europa e Oceania! Custava passar por aqui também, poxa?

Leia mais:

Com diversos shows esgotados, essa turnê foi vista por quase 3 milhões de pessoas, acumulando mais de US$ 167 milhões. Segundo o empresário Alexandre Faria, da Live Nation, Adele tinha interesse em trazer o espetáculo para o Brasil em 2017, mas acabou nos trocando pela Austrália. “Muitas vezes a gente compete também com outros territórios, foi uma opção da produção dela. E tinha aquele lance do zika vírus aqui no Brasil… isso atrapalhou“, declarou Alexandre na época para a revista Billboard. Que zika, hein? Só nos resta torcer para que, na próxima turnê, nós não sejamos trocados por nenhum outro país!

4. Taylor Swift – Reputation Stadium Tour

Foto: Mark Metcalfe / Getty Images

O Brasil é considerado o país do futebol, certo? Então qual a explicação para uma turnê com a palavra “estádio” no título não ter passado por aqui, já que existe um em cada capital? A gente não sabe explicar, muito menos a Taylor Swift (que assim como Adele, nunca trouxe uma turnê pra cá)! Anunciada em novembro de 2017, a “Reputation Stadium Tour” tinha como objetivo promover o sexto álbum de estúdio da cantora, o “Reputation“. Com 53 datas no total, ela passou por países da América do Norte, Europa, Oceania e Ásia; arrecadando um total de US$ 345.7 milhões.

Contudo, diferente das outras turnês mencionadas até agora nessa lista, podemos dizer que os fãs brasileiros puderam sentir um gostinho da “Reputation Stadium Tour” (à distância, é claro). O show apresentado em 06 de outubro de 2018 no Texas, nos Estados Unidos, foi gravado e transformado em filme; sendo posteriormente disponibilizado na Netflix em 31 de dezembro do mesmo ano. Dirigido por Paul Dugdale, o registro audiovisual foi bastante elogiado pela crítica. Se você ainda não viu, ele continua disponível na plataforma de streaming.

5. Madonna – Rebel Heart Tour

Foto: Graham Denholm / Getty Images

A rainha do pop não poderia ficar de fora dessa lista, não é mesmo? Especialista em entregar verdadeiros espetáculos visuais durante suas apresentações ao vivo, Madonna já veio ao Brasil algumas vezes; como por exemplo em 2008 com a “Sticky & Sweet Tour“, e em 2012 com a “The MDNA Tour“. Contudo, desde então ela não se apresenta no país! Em sua décima turnê mundial, a “Rebel Heart Tour“, a cantora levou seu espetáculo para a América do Norte, Europa, Ásia e Oceania; num total de 82 shows apresentados entre setembro de 2015 e março de 2016.

Na época, o Jornal Extra chegou a divulgar que a vinda de Madonna para o Brasil com a turnê era quase certa. Porém, para a tristeza dos fãs, ficou só no quase mesmo. Assim como aconteceu com a “Reputation Stadium Tour” de Taylor Swift, a “Rebel Heart Tour” também teve alguns shows gravados, sendo compilados e lançados em DVD posteriormente. No final, a turnê arrecadou pouco mais de US$ 169 milhões. Aliás, vale dizer que a artista detém o posto de Turnê Feminina Mais Lucrável da história: mais de US$ 407 milhões com a “Sticky & Sweet Tour“. Poderosa, hein?

Leia mais:

BÔNUS: Lady Gaga – Joanne World Tour

Foto: Jason Merritt / Getty Images

Brasil, eu estou devastada“. Não é exagero dizer que essas quatro palavrinhas assombram os Little Monsters até hoje! Em 14 de setembro de 2017, na véspera de seu único show no Brasil com a “Joanne World Tour“, Lady Gaga anunciou no Twitter que teria de cancelar sua apresentação no Rock in Rio. “Eu faria qualquer coisa por vocês, mas tenho que cuidar do meu corpo agora“, escreveu, em referência as dores que sentia por conta da fibromialgia. A cantora era a atração principal do Palco Mundo, e foi substituída pela banda Maroon 5.

Fãs de todo o país, e até de nações vizinhas da América do Sul, já estavam na cidade do Rio de Janeiro para conferir a apresentação da moça. Seria a primeira vez dela no festival, inclusive. Vídeos dos fãs chorando e revoltados com a notícia viralizaram online. A frase “ela não vem mais” até virou meme! Desde então, o público espera por um retorno de Gaga ao país. Atualmente, a diva pop se prepara para dar estrear a “The Chromatica Ball“. Aliás, aqui no Portal POPline, você encontra um especial relembrando todas as tours da norte-americana em aquecimento para essa nova! Vai que ela vem pro Brasil, né?

Escrito por Giovanni Oliveira

Angélica revela affair entre Fernanda Paes Leme e Rogério Flausino

Angélica revela affair entre Fernanda Paes Leme e Rogério Flausino

Angélica relembra namoro com César Filho e elogia o jornalista

Angélica relembra namoro com César Filho e elogia o rapaz