Sensível
Foto: Divulgação
in ,

Joshua Bassett relembra dias na UTI: “Todo mundo que eu ligava não atendia”

Joshua Bassett participou de uma live nesta segunda-feira (13) junto com uma organização de saúde mental do Canadá. Durante o bate-papo, a estrela de “High School Musical:The Musical:The Series” se abriu sobre ansiedade. O cantor também descreveu a noite em que ficou internado em na UTI em janeiro deste ano, antes do lançamento do single “Lie, Lie, Lie” e dois dias após a estreia de “drivers license”, de Olivia Rodrigo.

“Eu fui parar no hospital no começo deste ano. Eu estava passando por, provavelmente, o ponto mais baixo da minha vida. Houve uma noite, quando eu estava na UTI e não podia entrar ninguém lá, eu não podia beber água, tudo que eu gosto na vida eles tiraram de mim, e eu estava num momento tão pra baixo… Todo mundo para quem eu ligava não atendia. Foi o ponto mais baixo da minha vida.”

Foto: reprodução/@joshuabassett Instagram

O cantor contou como fez para superar o momento de adversidade. “Tudo que eu tinha era minha respiração. E pensava, ‘Apenas foque na sua respiração’. Isso parece clichê, ridículo, mas eu respirei três vezes profundamente e continuei focando nisso“, disse Bassett. “Eu não tinha nada naquele momento, tudo que me confortava foi tirado de mim. Mas eu ainda tinha minha respiração e isso que me fez passar por aquilo“, disse o artista.

Leia mais:

risco de vida
Foto: Reprodução Instagram @joshuatbassett

Momento de dificuldade foi de muito aprendizado para Joshua Bassett

Em recente entrevista a Mark St. Cyr, ele falou sobre essa experiência com a emergência de saúde.

Eu apareci no hospital e eles falaram: ‘se eu não aparecesse no hospital em 12 horas, eu não iria resistir’. Isso é bem difícil de ouvir. Eles ainda falaram que eu tinha 30% de chance de viver“, soltou ele.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Joshua Bassett (@joshuatbassett)

Apesar de tudo, Joshua Bassett é grato por tudo o que aconteceu, já que foi de grande aprendizado. “Estranhamente, estou muito mais do que grato por essa experiência. Tem um motivo para isso ter acontecido. No momento que aconteceu, me ensinou a desapegar das coisas, me ensinou a fé, me ensinou a me mantar calmo com tanta dor. Em todo momento eu focava na minha respiração. Sempre que eu não estava em estado de meditação, eu sentia mais dor. Isso me ensinou muito que eu não devo tomar nada como garantia, temos que ser gratos por estarmos aqui. Eu quase perdi tudo“, continuou.

 

Escrito por Douglas Françoza

Drake deverá permanecer no topo da Billboard com seu novo álbum

Genera+ion: Série da HBO Max é cancelada