banner com link para rádio globo
Foto: cottonbro/Pexels
in

Instagram anuncia retorno de feed por ordem cronológica em 2022

A declaração foi feita por Adam Mosseri, CEO da platafroma, durante uma sessão no Senado dos Estados Unidos

Quem é mais antigo no Instagram lembra que no começo da plataforma os conteúdos eram apresentados por ordem cronológica. A novidade é que o CEO do Instagram, Adam Mosseri, declarou nesta quinta-feira (9) que a plataforma está planejando o retorno do feed cronológico a partir do próximo ano.

De acordo com informações do The Verge, a declaração foi feita durante uma sessão no Senado dos Estados Unidos, onde Mosseri foi interrogado por senadores sobre questões de segurança infantil no aplicativo e o impacto do aplicativo na saúde mental do usuários mais jovens. “Tenha um pouco de empatia. Assuma alguma responsabilidade”, disse a senadora Marsha Blackburn.

“Estamos focados há alguns anos em como dar às pessoas mais controle sobre suas experiências. Uma ideia que experimentamos publicamente é chamada de favoritos, onde você pode escolher um subconjunto de pessoas que deseja ter para aparecem no topo do feed. Outra em que estamos trabalhando há meses é uma versão cronológica do Instagram. Gostaria de ter um mês específico para informar agora. Mas agora estamos visando o primeiro trimestre do próximo ano”, disse Adam Mosseri.

Ainda de acordo com a publicação, durante seu depoimento, Mosseri propôs a criação de um “órgão da indústria” que determinaria as melhores práticas sobre o manuseio de dados de crianças e controle dos pais para ajudar a manter as crianças seguras online.

O órgão receberia contribuições dos pais, reguladores e da sociedade civil para criar padrões e proteções universais. Mosseri disse que as plataformas precisariam ganhar as proteções da Seção 230 da Lei de Decência nas Comunicações, seguindo esses padrões.

Adam Mosseri | Foto: Getty Images

Leia mais:

Os senadores pareciam céticos de que tal “órgão da indústria” pudesse ser eficaz. “O tempo do autopoliciamento acabou”, disse o senador Richard Blumenthal (D-CT), que pediu medidas de segurança infantil online para resolver as preocupações sobre o Instagram.

O feed da empresa classificado por algoritmos, introduzido em 2016 e depois atualizado em 2017 para incluir postagens recomendadas, é amplamente rejeitado pelos usuários que preferem que suas postagens e as de seus amigos apareçam em tempo hábil.

“O feed atual usa IA para criar o que o Instagram considera um feed mais personalizado, com base na atividade dos usuários. Mas permaneceu geralmente impopular entre uma vasta faixa de usuários, apesar das afirmações da empresa em contrário”, destacou o The Verge.

Escrito por Rafa Ventura

Rafa Kalimann reconhece a bomba que foi seu programa: “Não foi bom”

Bring Me The Horizon adianta direcionamento de novo EP: “Mais emo”