banner com link para rádio globo
Identidade de Guardião do "Ilha Record" é revelada; descubra! (Foto: Record TV)
in ,

Identidade de Guardião do “Ilha Record” é revelada; descubra!

Personagem enigmático interfere diretamente no reality show

Um dos grandes mistérios do “Ilha Record” é o Guardião, uma figura enigmática que interfere diretamente no jogo — tanto para o bem como para o mal. Só que em uma recente entrevista Rodrigo Carelli, diretor do reality show, entregou a verdadeira identidade!

(Foto: Record TV)

Para quem pensou que o Guardião fosse alguma personalidade famosa da Record TV, se enganou. “Pelo shape [forma física], dá para ver que não sou eu”, começou Carelli em entrevista ao Link Podcast. “É uma pessoa local, um cara realmente da comunidade de Paraty [RJ”.

“É uma pessoa que estava trabalhando conosco na produção, na infraestrutura, e achamos que ele seria a pessoa ideal. Ele tem uma experiência como ator, então colocamos ele nessa função, e é alguém que segurou essa onda”.

Leia mais:

Em bate-papo com Celso Zucatelli, o diretor do “Ilha Record” ainda entregou que não são só os participantes que passam por perrengues no reality show. “Aquela roupa, no calor que estava lá, não é para qualquer um”.

“Ele usa um capuz e as coberturas no rosto, mas o olho sempre está para fora. Não aparece porque ele sempre está na sombras. […] É um jeito de ter mudanças, surpresas no meio da temporada, estabelecidas por esse cara que chega e coloca uma regra nova, mas coloca isso antes das coisas acontecerem. Não é uma coisa que vem do nada”, reforçou Carreli enquanto relembrava o Jogo da Discórdia que levou Mirella para a Caverna do Exílio.

Você pode conferir o depoimento a partir de 01:01:03:

Curtiu esta matéria? Clique aqui para ler mais conteúdos do Oh My God! by POPline. Tem listas, curiosidades, virais, celebs, k-pop, reality shows e muito mais sobre cultura pop!

Escrito por Carolina Stramasso

Jesy Nelson desabafa sobre saída do Little Mix após crises e hospitalizações

Advogado de Scarlett Johansson acusa Disney de misoginia