in ,

Humberto Gessinger aparenta apoiar Lula ao fazer ‘L’ com as mãos

Ele reagiu ao coro da plateia que gritava “Fora Bolsonaro” em show na capital do Ceará


Mais um artista entrou no embalo do público e manifestou apoio ao pré-candidato à presidência da República, Lula – líder nas pesquisas de intenção de voto para a eleição presidencial de outubro. Desta vez, foi Humberto Gessinger.

LEIA MAIS:

Durante um show em Fortaleza, ele reagiu ao coro da plateia, que gritava “Fora Bolsonaro“, cerrando os punhos em apoio à frase proferida pelo público e, na sequência, fez um “L”, em referência a Lula, com os dedos. Ao fazer essa referência, o músico foi aplaudido por parte dos fãs.

O vídeo, publicado em um grupo do Engenheiros do Hawaii, dividiu opiniões no Facebook. “Foi por causa dessas que o Roger acabou [com] o Pink Floyd… tenho certeza que grande parte dos fãs dele não são adeptos a nenhum dos dois políticos. Seja neutro, Humberto, a política é podre”, escreveu um usuário.

Por outro lado, houve fãs que apoiaram a atitude do músico.

Gessinger está atualmente em turnê pelo Brasil para promover seu último álbum, Não Vejo a Hora. Após a apresentação em Fortaleza, o músico embarca para Juazeiro do Norte, no Ceará, com um show marcado para a amanhã (20).

Gessinger ainda tem datas até setembro, com apresentações distribuídas em Teresina, Porto Alegre, Florianópolis, Jundiaí e outras cidades.

João Gordo revela que vota em Lula para Bolsonaro não ganhar

Quando o assunto é misturar música e política, o frontman João Gordo, do Ratos de Porão, é um nome de bastante destaque. Em entrevista publicada pelo Diário do Centro do Mundo, o vocalista voltou a tratar do assunto e explicou o motivo pelo qual vai votar em Lula e não em Jair Bolsonaro.

Foto: Reprodução

Ele já deixou claro ser contra o governo do presidente Jair Bolsonaro e voltou a detonar o chefe de Estado. Segundo o músico, os “absurdos” cometidos por Bolsonaro durante a pandemia foram determinantes para que o músico decidisse deixar seu tradicional voto nulo.

“Dessa vez vou votar no Lula, para o Bolsonaro não ganhar de novo. Eu voto até no meu cachorro para que esse cara não ganhe, porque senão esse país vai cair em uma obscuridade maior do que já está”.

Escrito por Magda Pinheiro

POPline Charts by STRM: Deadfish assume liderança do TOP 30 Rock & Alternativo

"Chamas da Vingança" une Stephen King e Zac Efron

“Chamas da Vingança” une Stephen King e Zac Efron