O que é fanfic de Suzane e Daniel em A Menina Que Matou os Pais e O Menino Que Matou Meus Pais?
(Foto: Divulgação)
in ,

O que é fanfic de Suzane e Daniel em A Menina Que Matou os Pais e O Menino Que Matou Meus Pais?

Revista Veja mostra o que as investigações provaram ser mentira nos depoimentos de Suzane von Richthofen e Daniel Cravinhos.

Os filmes “A Menina Que Matou os Pais” e “O Menino Que Matou Meus Pais”, sucessos instantâneos do Amazon Prime Video retratando o Caso Richthofen, são baseados nos depoimentos dos assassinos Suzane von Richthofen e Daniel Cravinhos à Justiça. A revista Veja, no entanto, publicou uma reportagem apontando alguns pontos que são inverdades nos bastidores do crime.

O primeiro gira em torno do planejamento para matar os pais de Suzane von Richthofen. Ela diz que o plano veio do namorado. Daniel diz que ela queria matar os pais há tempos. A investigação revelou que os dois planejavam o assassinato há dois anos, então o planejamento foi de ambos.

Eu precisava de atores que se despissem de vaidade e entrassem nesse processo com muita vontade de viver esse desafio. É um desafio muito grande. Eles sofreram críticas nesse processo, até porque as pessoas não entendiam muito bem o gênero 'true crime'. Hoje, já entendem mais. Foram duas escolhas muito acertadas, porque eles se empenharam muito e entregaram demais.
(Foto: Stella Carvalho / Divulgação)

Leia mais:

O segundo ponto questionável é sobre o suposto abuso por parte do pai de Suzane, Manfred. Daniel Cravinhos afirma que Suzane alegava ser agredida e abusada pelo pai, que era alcoólatra. O irmão dela, Andreas, porém, desmentiu que o pai fosse violento ou alcóolatra e disse que só bateu em Suzane uma vez – um tapa na cara (cena mostrada no filme).

Sobre as drogas, “A Menina Que Matou os Pais” diz que Suzane introduziu Daniel no mundo das drogas, primeiro com maconha. Já “O Menino Que Matou Meus Pais” mostra Suzane dizendo que foi Daniel quem a introduziu nas drogas. Eles usavam maconha, cocaína e ecstasy. No depoimento de Andreas à Justiça, ele disse que era Daniel quem levava as substâncias, o que fortalece a versão de Suzane sobre esse ponto.

Carla Diaz sobre A Menina Que Matou os Pais: "tive que me distanciar do julgamento"
(Foto: Divulgação)

Escrito por Leonardo Torres

Will Smith nega monogamia em seu casamento com Jada Pinkett Smith

Camila Loures é a convidada do “E aí, POPline?” desta terça