banner com link para rádio globo
taylor Swift. Foto: Reprodução do Instagram @taylorswift
in ,

Ex-assessora de Trump conta que ouvir Taylor Swift podia causar demissão no governo

Olivia Troye contou episódio a Chris Hayes, da emissora MSNBC.

Uma ex-assessora da Casa Branca, sede do governo estadunidense, revelou que tinha medo de ser demitida por ouvir Taylor Swift durante o governo Donald Trump. Olivia Troye relatou perseguições e abusos a Chris Hayes, da emissora MSNBC.

Leia mais: 

“Eu estava ouvindo Taylor Swift alto no meu escritório uma noite, estava muito irritada, depois de uma reunião na qual eu tinha perdido a discussão com alguém”, relatou a ex-funcionária sobre um episódio em 2020. Um colega de Troye, então, bateu em sua porta e lhe disse: “’Você está tentando ser demitida?”. “Eu fiquei muito confusa“, contou.

Segundo Olivia, o tal funcionário teria lhe dito para ficar de “olhos abertos” para que ninguém próximo ao ex-presidente ouvisse a música em questão. “Ele falou que Taylor não parecia ser uma fã de Trump, então, se alguém escutasse, eu deveria tomar cuidado“.

O cerceamento de funcionários do governo está sendo debatido nos Estados Unidos depois que o The Atlantic publicou uma reportagem em que afirma que Mark Meadows, braço direito de Trump, se reuniu com uma servidora pública pois ela – supostamente – havia curtido uma foto em que Taylor Swift anunciava o seu apoio a Joe Biden – na época, candidato pelo partido democrata.

Foto> @taylorswift Instagram

Swift foi uma das grandes vozes do entretenimento a apoiar a eleição do democrata. A cantora, que até então nunca havia se posicionado politicamente, rompeu o silencio e se posicionou contra o Donald Trump, como retratado no documentário Miss Americana (2020).

“A mudança de que mais precisamos é eleger um presidente que reconheça que as pessoas de cor merecem se sentir seguras e representadas, que as mulheres merecem o direito de escolher o que acontece com seus corpos e que a comunidade LGBTQIA + merece ser reconhecida e incluída (…) Todos merecem um governo que leve a sério os riscos à saúde global e coloque a vida de seu povo em primeiro lugar. A única maneira de começar a tornar as coisas melhores é escolher líderes que estejam dispostos a enfrentar esses problemas e encontrar maneiras de resolvê-los”, disse Swift em entrevista a V Magazine.

Escrito por Douglas Françoza

Trailer de Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa não mostra Tobey e Andrew

A Fazenda 13: Rico não percebe jaqueta rasgada e web vai à loucura