Foto: reprodução/ @taylorswfit
in ,

Taylor Swift declara voto em Joe Biden e faz biscoitos personalizados para acompanhar o debate entre os presidenciáveis

Taylor Swift tem se posicionado publicamente, cada vez mais, a respeito de suas escolhas políticas e partidárias. Desde as últimas eleições nos Estados Unidos, a cantora vem incentivando pessoas jovens a irem as urnas e chegou a lançar o single “Only The Young“, em que fala do poder da juventude em meio as adversidades políticas e sociais.

Na tarde desta quarta-feira (07/10), a cantora voltou a tocar no assunto ao divulgar que está estampando a capa da V Magazine, onde detalha as razões pelas quais escolheu Joe Biden (Democratas) para receber o seu voto. A cantora ainda divulgou uma imagem em que aparece segurando uma forma de biscoitos personalizados com a identidade visual da campanha do candidato.

Confira:

Mudanças

A capa de Taylor Swift a V Magazine faz parte de uma edição especial da revista, que contém 12 capas com diferentes personalidades da música, moda, do esporte e entretenimento, falando sobre a importância do voto e do posicionamento político durante as eleições. Além de Taylor, Jaden Smith, Mariah Carey e Janelle Monae também fazem parte do projeto.

Reprodução: Instagram @taylor swift

Ao justificar sua escolha, Swift disse que quer um presidente que faça mudanças efetivas em relação as minorias sociais.”A mudança de que mais precisamos é eleger um presidente que reconheça que as pessoas de cor merecem se sentir seguras e representadas, que as mulheres merecem o direito de escolher o que acontece com seus corpos e que a comunidade LGBTQIA + merece ser reconhecida e incluída”, disse Taylor a V Magazine.

A cantora, que fez oposição a gestão de Trump, também citou as questões de saúde pública que o mundo vem enfrentando e criticou a forma como o governo norte-americano lidou com a pandemia da Covid-19.

“Todos merecem um governo que leve a sério os riscos globais à saúde e coloque a vida de seu povo em primeiro lugar. A única maneira de começar a tornar as coisas melhores é escolher líderes que estejam dispostos a enfrentar esses problemas e encontrar maneiras de resolvê-los”, completou a cantora.

Escrito por Douglas Françoza

Ludmilla responde vereadora que a chamou de “maconheira” e “criminosa”

Autobiografia de Mariah Carey estreia como o livro mais vendido de não-ficção no New York Times