Foto: Divulgação/Pixabay
in

Era do Áudio: podcast, smart speaker, rádio e novas formas de consumo

Em 2021, áudio seguirá como diferencial para marcas e negócios na música

Das ondas do rádio ao vinil, smart speakers ou fones de ouvido, o áudio sempre esteve presente nas vidas das pessoas, seja para informar, eternizar momentos, emocionar e ser uma fonte confiável que atravessa os tempos.

Em 2021, o mercado da música viverá uma nova era do áudio, com a ampliação de soluções que envolvam o meio, seja como: podcasts, ações de sound branding, rádios online e a diversificação de produtos e estratégias que envolvam comando por voz.

A Kantar IBOPE Media publicou no mês de outubro a nova edição do estudo “Inside Radio” Os dados que traçam o perfil do consumidor de rádio no Brasil, trazem informações que demonstram as tendências para o áudio no país: 9% dos entrevistados ouvem rádio online e 16% acessam o meio quando estão navegando na internet.

De acordo com o estudo, 3 a cada 5 ouvintes escutam rádio todos os dias e que cada ouvinte para cerca de 4h41 ouvindo o meio por dia. Em termos de relevância regional, foram analisadas 4 regiões: Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul. O Sul lidera o consumo de rádio com 83% de ouvintes na região, seguido pelo Nordeste e Centro-oeste com 79% cada e Sudeste com 77%.

A análise identificou, também, as principais mudanças durante o período de isolamento social: 46% dos ouvintes de rádio entrevistados ouviram serviços de streaming de áudio durante a pandemia e 25% aumentaram esse consumo.

Os podcasts, formato muito utilizado entre as rádios para alcançar os ouvintes sob demanda, conquistaram 24% dos ouvintes durante o perído de distanciamento social, desses 7% ouviram podcast pela primeira vez e 10% aumentaram o consumo durante a pandemia.

Com o mercado aquecido em escala global, a Amazon anunciou a compra da Wondery e a chegada de podcasts e conteúdos exclusivos no Brasil, saiba mais clicando aqui.

 

Novas soluções e tendências em áudio

 

Em dezembro, o Android Police anunciou que a Netflix também vai disponibilizar aos usuários de smartphone uma nova ferramenta que permite apenas ouvir os filmes e séries originais do serviço.

O recurso batizado de “Video Off” foi instalado como uma atualização opcional da versão do streaming para Android, com um botão sendo habilitado no topo da tela quando um título original é reproduzido. Em paralelo, a gigante de streaming de audiovisual também possui podcasts originais lançados desde 2019.

Já a Amazon, tem investido em soluções com a Alexa, assistente de voz presente nos dispositivos Echo ou no app da Amazon Music, para pedir músicas ou para ações estratégicas de lançamento musical. E o Spotify, declarou um crescimento expressivo no consumo de podcasts em 2020, saiba mais clicando aqui.

Com isso, as músicas presentes nas plataformas digitais, passam cada vez mais a serem categorizadas não apenas em gêneros musicais, mas, em humores. Logo, playlists “felizes” ou mais “tranquilas” podem ser criadas a partir de comando de voz, com informações geradas a partir dos metadados de cada música.

Em 2021, o áudio seguirá como um diferencial expressivo para marcas, com ações personalizadas em campanhas publicitárias ou trilhas sonoras. Em um mercado aquecido, novas soluções estratégicas de engajamento para artistas deverão ser exploradas.

Escrito por Láisa Naiane

Justin Bieber - Anyone

Confira o desempenho comercial nas primeiras 12 horas de “Anyone”, novo single do Justin Bieber

Anitta live de ano novo

Aqui está a performance de ano novo da Anitta que você ainda não viu