(Foto: Reprodução Twitter/@afferson_ofc)
in ,

Covid: Tatá Werneck rebate críticas sobre “excesso de proteção”

Apresentadora chamou a atenção após comparecer na cerimônia de cremação de Paulo Gustavo

Em tempos de Covid-19, se proteger usando máscaras é o mínimo. E foi exatamente isso que Tatá Werneck fez ao comparecer no velório de Paulo Gustavo. Só que para algumas pessoas a atitude foi vista como “exagerada”… E a apresentadora precisou se defender nas redes sociais.

(Foto: Reprodução Internet)

Paulo Gustavo foi vítima da doença após passar quase dois meses internado. Seu velório e cremação aconteceram na tarde da última quinta-feira (6) e Tatá marcou presença, usando duas máscaras, face shield e álcool em gel na mão.

Fotos do momento se espalharam na web e uma internauta percebeu que a apresentadora estava sendo criticada. “Sim, estão xingando a Tatá Werneck por estar protegida com duas máscaras, face shield e álcool em gel na mão para o velório do Paulo Gustavo. A gente entende muita coisa com isso, né…”.

Tatá, então, compartilhou o tweet, dizendo:

“As pessoas são bobas demais. Criticam quem não se protege. E na mesma medida quem se protege demais. Prefiro ser chamada de exagerada do que de irresponsável”.

Só que os comentários negativos não pararam, até que uma colunista chamada Fernanda Alves decidiu criticar Tatá abertamente em seu Instagram. As duas chegaram a discutir via direct e a conversa repercutiu.

Essa é a Tatá no velório/crematório do Paulo Gustavo. Me perdoem, mas tudo o que eu amava essa mulher, peguei ranço. Três máscaras? Me economize!“, escreveu a mulher.

Gente! Que isso? Pra que esse nível de ataque a mim? Eu tenho pânico! Eu moro com meus pais. Com minha filha. E tenho medo por mim. Tem ranço porque eu quero me proteger? Eu estou impressionada com o nível de ódio gratuito. Eu nunca saí de casa que não fosse pra trabalhar. Eu pensei muito antes de ir mas eu estou tão deprimida e negando tanto tudo que aconteceu que eu precisava ver para entender. Fiquei 15 minutos e saí. Você nunca conheceu alguém com síndrome do pânico? Nossa, estou de fato, muito triste pelo seu ódio gratuito, ainda mais num dia que eu estou sofrendo pra cace**. Não precisava de nada disso“, respondeu Tatá.

Fernanda Alves rebateu, explicando que seu “ranço” vem do alarde que só ela tem feito sobre a morte de Paulo Gustavo.

O marido dele em silêncio, a mãe, os colegas de cena, você (na minha opinião), está over. Você acabou de “enterrar” seu melhor amigo e está tirando satisfações comigo em direct de Instagram? Tudo isso porque dei minha opinião no que julgo exagero? Olha, de fato está tudo errado mesmo“.

Tatá ficou ainda mais incomodada com a resposta, perguntando: “Quem é você para medir meu nível de dor e amor pelo Paulo?”.

As pessoas lidam como bem entendem. Eu não vim tirar satisfação, eu vim entender porque esse ódio gratuito. Mas não sou trouxa. Você é escrota. Eu sei do quanto o Paulo gostaria do maior número de homenagens possíveis. Eu falava com o Paulo todos os dias. Eu sei do que ele gosta. Aff. Amarga“.

E recebeu como resposta apenas: “Fica em paz você também“.

Curtiu esta matéria? Clique aqui para ler mais conteúdos do Oh My God! by POPline. Tem listas, curiosidades, virais, celebs, k-pop, reality shows e muito mais sobre cultura pop!

Escrito por Carolina Stramasso

Chegada de Bruninho e Lincoln movimenta o “De Férias com o Ex”

Boy lixo no “De Férias com o Ex”? Caíque Gama opina