in ,

“Cobra Venenosa”: Novo single da Ludmilla já é hit, antes do lançamento

Já dizia o ditado: depois da tempestade, vem a bonança. E Ludmilla já está colhendo os frutos dessa bonança após uma semana turbulenta, onde sofreu ataques racistas e críticas sobre sua escalação em nova série da TV Globo.

Ludmilla
(Foto: Divulgação)

A cantora está se preparando para o lançamento de sua nova música, intitulada “Cobra venenosa”, e a faixa já é um verdadeiro sucesso antes mesmo de chegar ao mundo em sua totalidade.

Só o vídeo onde Ludmilla aparece cantando trecho de “Cobra Venenosa” já acumula 15 milhões de visualizações, somando o Instagram, Twitter, Facebook e TikTok. Só no Instagram, por exemplo, são mais de 5 milhões de visualizações.

Vale lembrar que “Cobra Venenosa” será lançada apenas no dia 3 de julho e terá sim videoclipe.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Vem dia 3/7 🐍🐍🐍

Uma publicação compartilhada por Ludmilla (@ludmilla) em

Confira trecho da letra

“Eu disse limpa, limpa, antes que caia dentro / No cantinho da sua boca / escorrendo seu veneno […] Eu vim pra causar e não pra passar pano / Se fosse pra ser pacífica eu ficava no oceano / Cobra invejosa, não sai do lugar, ficar me difamando pra poder me atrapalhar / Só que você esquece quem me protege não dorme / O meu bonde vai passar e vai te dar mais um sacode”

“Não troco minhas amigas por ninguém / Andar com elas é bom pra caralho / Dá tempo para você mudar sua mandada / Aproveita o muro tá baixo / O bonde é só de mulher sagaz, se não pular você vai ficar pra trás / O mundo para do jeito que a gente faz / Fica tranquilinha, de onde eu venho tem mais”.

Ludmilla responde ataques racistas

Desde que publicou mais uma etapa de sua desavença com Anitta na internet, Ludmilla vem sofrendo vários ataques racistas e precisou se posicionar sobre a nova onda de comentários negativos.

Em uma publicação em homenagem à cantora, no perfil Potências Negras, do Instagram, Ludmilla falou sobre o caso.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Ludmilla Oliveira da Silva, 25 anos⁣⁣ ⁣⁣ Cantora negra mais seguida no Brasil e sétima mais seguida no mundo, com mais de 22 milhões de seguidores no Instagram⁣⁣ Diva do pop nacional⁣⁣ Premiada mundialmente⁣⁣ Emplacou 14 singles no top 100 da Billboard⁣⁣ ⁣⁣ Lud começou sua carreira musical atendendo pelo nome de Mc Beyoncé. E não a toa se transformou nesse fenômeno pop brasileiro, muito bem inspirado na grande diva Bey. Quando Ludmilla lança uma música, sua legião de fãs já tem certeza que será mais uma “música-chiclete”, pois essa mulher, além de extremamente talentosa, possui uma inquietação que faz com que o sucesso seja seu maior sobrenome.⁣⁣ Apesar de todas as credenciais, essa mulher preta de excelência ainda é alvo de um racismo cruel.⁣⁣ Um racismo que faz de tudo para desmoralizar pessoas pretas em posições de destaque. ⁣⁣ Mas, Ludmilla, saiba que o povo preto está com você.⁣⁣ Você é um orgulho para nós.⁣⁣ E elas que lutem.⁣⁣ ⁣ ⁣Arte 1: @rolmagalhaes⁣ Arte 2: @diariodacamila ⁣ #potenciasnegras #ludmilla #mulherpreta #mulhernegra #tamojunto #aquilombamento

Uma publicação compartilhada por Potências Negras (@potenciasnegras) em

“O povo preto é potência e resistência. O racismo criminoso é uma tentativa de tirar nossa humanidade. Só que a gente não vai se calar e não vai abaixar a cabeça”, escreveu na mensagem.

A cantora disse ainda que tem orgulho e consciência do lugar que ocupa e que, quando fala, não é só por ela, mas por todos que sofrem diariamente com o racismo.

“Além de continuar denunciando, vou continuar fazendo meu trabalho como venho fazendo. Porque, aceitem, vai ter preta em posição de destaque, sim!”, completou Ludmilla.

Escrito por Kavad Medeiros

J Balvin é criticado por debochar de Shakira em live do Black Eyed Peas

Katy Perry Pride Remix I Kissed a Girl Peacock

Katy Perry mistura “I Kissed a Girl” com “Peacock” em versão especial para evento LGBTQIA+