álbum icônico
Foto: Ellen Von Unwerth
in ,

Christina Aguilera: “Back to Basics” ganha cerificados em aniversário

Álbum fez grande sucesso em 2006.

Nesta semana o álbum “Back to Basics“, um dos mais aclamados da Christina Aguilera, faz aniversário. Lançado em 2006, há 15 anos este hinário está entre nós! Para comemorar, o RIAA (Recording Industry Association of America) concedeu novos certificados ao disco e a alguns dos maiores sucessos. Todos eles são de platina!

O “Back to Basics” teve como inspiração músicas antigas de jazz and soul, representando as décadas de 1920 até 1950. O que mais chamou atenção é que isso permitiu que destacasse ainda mais os vocais da cantora, o que deu muito certo! O disco chegou a vender 5 milhões de cópias mundialmente e chegou a ganhar um Grammy pela música “Ain’t No Other Man“.

Veja os novos certificados!

Back To Basics (álbum) — 2x PLATINA

Christina Aguilera
Foto: Divulgação

Ain’t No Other Man — 2x PLATINA

Candyman — PLATINA

Hurt — PLATINa

LEIA MAIS:

Christina Aguilera fala sobre processo criativo de seus próximos dois álbuns

Não é de hoje que Christina Aguilera vem incitando seus fãs com a expectativa de lançamento de dois novos álbuns: um em inglês e um em espanhol. Agora, em recente entrevista, a cantora voltou a falar sobre os projetos ao comentar sobre o processo criativo dos dois discos.

Novo álbum
Foto: Coliena Rentmeester

Em entrevista ao jornal The Los Angeles Times, publicada antes da cantora subir ao palco do evento Hollywood Bowl, Christina deu mais alguns detalhes sobre os seus dois álbuns atualmente em produção.

Sobre o seu novo disco em espanhol, aguardado sucessor do “Mi Reflejo”, lançado no ano 2000, Christina Aguilera afirmou:

“A última vez que eu fiz um álbum em espanhol foi quando eu era Christina bebê – ‘Mi Reflejo’. Foi um momento tão bonito para mim fazer esse tributo às minhas raízes do lado do meu pai – ele é do Equador – e desde então eu estive esperando fazer outro. Então é uma espera de 20 anos, exceto que agora eu estou meio que feliz que demorou tanto porque eu fui capaz de voltar e ir mais a fundo em minhas histórias pessoais em relação a meu pai. Eu sempre tive um relacionamento distante com ele e eu estou tipo falando sobre isso.”

Já sobre o próximo álbum em inglês, que irá suceder o Liberation, de 2018, Christina comentou que a vibe é completamente diferente do disco em espanhol.

“[É um] sentimento totalmente diferente. Estou trabalhando com produtores e compositores que sou grande fã há bastante tempo. Um em particular é Joseph Angel – ele escreveu ‘Love on the Brain’ pra Rihanna. Mas todos os compositores vêm de um lugar muito profundo e amoroso. Não é sobre a gente tentar se encaixar em um molde; é uma expectativa madura que engloba tudo o que eu experimentei nessa indústria e em um nível pessoal. Eu fiz muitas mudanças durante a quarentena – novas pessoas, nova equipe de apoio. A experiência ajudou a perceber quem são meus amigos fieis. Eu estou em um lugar realmente feliz, e eu nunca pude de dizer isso completamente.”

Nenhum dos dois discos de Christina Aguilera possuem data de lançamento definida.

Escrito por Caian Nunes

Sebastianismos lança “Cicatriza” com a Fresno

Iron Maiden mostra bastidores da criação do novo álbum “Senjutsu”