Chorão e Marcão / Foto: Instagram (Foto do perfil de marcaobritto marcaobritto)
in ,

Charlie Brown Jr.: Marcão Britto desmente filho de Chorão sobre “dívida impagável”

“O Alexandre vem tomando atitudes baseada numa mentalidade escrota, egoísta, está sendo muito mal assessorado”.

Uma entrevista concedida por Alexandre Abrão ao G1 gerou uma reação imediata do guitarrista do Charlie Brown Jr.. Em vídeo no seu canal no YouTube, Marcão Britto desmentiu o filho de Chorão sobre a proclamada “dívida impagável” referente à banda.

Leia mais

Na conversa com o site da Globo, Alexandre disse que a dívida deixada pelo pai se refere à compra de direitos autorais dos demais integrantes do CBJr.. No vídeo de 15 minutos, Marcão esclarece os negócios que manteve com Alexandre e afirma que tudo o que foi dito é uma grande mentira e falou da rescisão de contrato com o filho de Chorão referentes à shows.

“Quero explicar uns pontos importantes, mas preciso voltar um pouco no tempo para que vocês entendam. Vocês sabem que o Charlie Brown Jr. acabou a partir do momento que o Chorão faleceu em 2013 e o máximo que faríamos dali pra frente seriam shows em memória à banda ou em celebração de algum disco e assim foi”, começou ele.

“Porém, naquele momento, o Chorão tinha recebido um dinheiro adiantado de shows e o dinheiro dá algo em torno de 400, 600 mil reais e ele [Alexandre] chegou pra gente e pediu para pensarmos na possibilidade de fazer show sem o Chorão como Charlie Brown e falamos que não faríamos o show como CBJr. porque a banda acabou e que a gente achava que o dinheiro deveria ser devolvido na conta das pessoas que pagaram porque esse é um serviço que a gente não iria poder prestar”.

Chorão e Marcão / Foto: Instagram (Foto do perfil de marcaobritto)

Marcão continuou explicando que Alexandre, no entanto, decidiu ficar com o dinheiro “atropelando o som senso” e obrigou as empresas entrarem na justiça em ações ainda em andamento. “Uma conduta típica de quem não tem fairplay, de quem não pensa no amanhã, de quem só pensa na vantagem que tirar ali e eu aprendi que as pessoas que pensam assim no mercado não duram muito”, disse ele.

Marcão segue o vídeo então falando justamente das declarações de Alexandre para o G1. “Achei uma declaração gravíssima porque ali ele está dizendo que o pai dele contraiu uma dívida impagável para poder acertar com a gente a compra da banda quando saímos em 2005, eu, Champignon e [Renato] Pelado. Uma mentira absurda porque o acerto que a gente fez quando a gente saiu da banda foi em cima de uma dívida que o Chorão tinha de shows com a gente. Tinham diversos shows que a gente não tinha recebido. A gente falou: ó, cara, você acerta com a gente os shows que a gente não recebeu’, e aí ele falou: ‘a condição para isso é que vocês autorizem eu seguir tocando com a banda’. Eu falei: ‘tudo bem, tá certo’. Então ele pagou ali uma parte, na verdade, dessa dívida, que foi muito longe de 800 mil reais que nem o motorista dele falou também de forma irresponsável em outro podcast”.

“O Chorão nunca comprou direito de ninguém. Os meus direitos artísticos, autorais estão comigo até hoje. Eu sou autor das músicas, eu tenho direito da minha imagem até hoje de qualquer produto que for lançado, qualquer coisa que vai ser trabalhada. Existe a necessidade da minha autorização”, explicou reforçando novamente que a dívida era referente à shows.

“Agora essa dívida impagável que ele está dizendo por aí é o seguinte: o pai dele pegou diversos adiantamentos com a gravadora e transações sem o nosso conhecimento inclusive e ficou quieto, na dele. Olha só, cara. Então ele está com essa dívida até hoje e em nada tem a ver com a gente. Nada. A outra coisa que ele fala também, sempre naquela posição de vítima, é que ele está sendo processado por mim e pelo Thiago [Castanho]”, entrou no próximo tema.

Marcão continua explicando que o que ele e o Thiago queriam, era a anulação de um contrato assinado no início do ano para fazer uma parceria na turnê comemorativa e “Alexandre não cumpriu o contrato” que envolvia, entre outros pontos, transparência nos acordos.

“Nós não pedimos um real, diferente dele que já saiu processando eu e o Thiago, está pedindo danos morais só porque a gente pediu para anular um contrato que nem ele cumpriu. Diante dessa situação eu tomei a atitude, junto com o Thiago, de fazer um comunicado e postar nas redes sociais, que foi aquele nosso comunicado de desligamento da turnê com o Alexandre”.

“O Alexandre vem tomando atitudes baseada numa mentalidade escrota, egoísta, está sendo muito mal assessorado. Ele acabou de perder uma oportunidade brilhante de fazer uma turnê junto com a gente por todas essas questões de quem não tem fairplay, de quem não tem coletividade, de quem é arrogante, de quem tem soberba”.

Veja o vídeo completo:

Escrito por Amanda Faia

Casa Gucci: Lady Gaga explica que Patrizia Reggiani não matou por dinheiro

Casa Gucci: Em seu fim de semana de estreia, filme com Lady Gaga fatura cerca de US$ 22 milhões

BTS e Megan Thee Stallion apresentam versão remix de “Butter” em show