banner com link para rádio globo
Camila Cabello|Foto: @camila_cabello (Instagram)
in ,

Camila Cabello lança fundo de apoio para desafiar a lei “Don’t Say Gay” da Flórida, em parceria com Equality Florida, Lambda Legal

A lei proíbe a discussão sobre orientação sexual e identidade de gênero em escolas da educação infantil, do jardim de infância ao terceiro ano do ensino fundamental

A cantora, Camila Cabello fará um show beneficente neste domingo (8), para anunciar o lançamento de fundo “Protect Our Kids” (Proteja Suas Crianças) em parceria com a Equality Florida e Lambda Legal, para desafiar a lei “Don’t Say Gay” (Não Diga Gay) da Flórida, criada por políticos conservadores do Estado.

Leia mais:

Ron DeSantis (Governador da Florida)|Foto: @Governor Ron DeSantis (Facebook)

Projeto de Lei SB 1834 Parental Rights in Education (“Direitos Parentais em Educação”), foi aprovado pela Câmara dos Representantes da Flórida em 24 de Fevereiro e agora será votado pelo Senado norte-americano. Em seguida, o voto seguirá para o governador do estado, Ron DeSantis, que é o principal candidato do partido Republicano às eleições de 2024 nos Estados Unidos, e já demonstrou apoio publicamente ao projeto.

A lei proíbe a discussão sobre orientação sexual e identidade de gênero em escolas da educação infantil, do jardim de infância ao terceiro ano do ensino fundamental.  Além disso, o texto garante que os pais possam processar escolas ou professores que abordem qualquer um desses temas ou incentivem os alunos a pesquisarem sobre.

Camila Cabello|Foto: Variety

O fundo criado e incentivado por Camila Cabello fornecerá recursos para alunos, professores e famílias impactados pela lei. O evento de lançamento será realizado em um local privado em West Hollywood e também incluirá apresentações especiais de uma das concorrentes do programa RuPaul’s Drag Race, Valentina, da cantora transgênero Shea Diamond e de um coral jovem local.

“Protect Our Kids” disponibiliza US$ 500.000 dólares para desafiar a lei “Don’t Say Gay”. Como foi confirmado pela Variety, o fundo foi lançado com amplo apoio em todos os setores, como da Starbucks, Amazon Music, Berlanti Family Foundation e muito mais. O Lambda Legal também criou linhas diretas especiais para alunos, professores e pais que foram prejudicados pela lei, onde especialistas fornecerão ajuda e recursos críticos a eles.

“É horrível! Obviamente, isso afetará mais as mulheres pobres, porque as mulheres que têm recursos, mesmo como eu, serão capazes de lidar com as coisas se forem necessárias. A ideia de um momento transformar o curso da vida de uma mulher, é trágica. E é trágico que as pessoas afetadas não tenham voz”, disse Cabello à revista Variety.

Escrito por Lucas Moraes

Vitão reclama de repercussão após desabafo sobre sua sexualidade

Anitta se manifesta sobre amizade com Nego do Borel, após cantor fazer revelação nas redes sociais