Foto: Dia Dipasupil/Getty Images
in ,

BTS vai à Casa Branca para conversar sobre crimes de ódio contra asiáticos

Evento acontecerá na terça-feira.

Enquanto preparam o lançamento do novo álbum “Proof“, o BTS tem importantes compromissos para cumprir. Afinal, que pode ser mais importante do que visitar a Casa Branca? Lá é a residência oficial e local de trabalho do Presidente dos Estados Unidos, sobretudo um prédio histórico.

O objetivo do BTS é nobre: discutir crimes de ódio contra asiáticos com o próprio Presidente, Joe Biden. Além disso, outro motivo é comemorar o Mês da Herança AANHPI (Asiático-americano e Nativos do Hawaii e Ilhas do Pacífico).

Foto: Amy Sussman/Getty Images

Leia Mais:

A Casa Branca fala sobre a visita do BTS

Embora os detalhes não tenham sido informados, a Casa Branca informou que esse encontro acontecerá na terça-feira.

O presidente Biden já havia falado sobre seu compromisso de combater a onda de crimes de ódio anti-asiáticos. Também sancionou a Lei de Crimes de Ódio COVID-19 em maio de 2021 para fornecer recursos às autoridades para identificar, investigar e denunciar crimes de ódio e garantir que as informações sobre crimes de ódio são mais acessíveis às comunidades AA e NHPI”, informou a Casa Branca.

“O presidente Biden e o BTS também discutirão a importância da diversidade e inclusão e a plataforma do BTS como embaixadores da juventude que espalham uma mensagem de esperança e positividade em todo o mundo”, completa.

O BTS já vem com uma campanha em parceria com a UNICEF, intitulada “Love Myself“, com o objetivo de combater a violência. Inclusive, eles já falaram na Assembleia Geral das Nações Unidas.

Quem também esteve recentemente na Casa Branca foi Selena Gomez no fórum “Mental Health is Health“. O evento foi uma iniciativa da MTV Entertainment Group, que visa “normalizar a conversa, criar uma conexão com os recursos e inspirar ações em saúde mental“.

Escrito por Caian Nunes

POPline Charts by STRM: Carne Doce comanda TOP 30 Rock & Alternativo

Gabriela Pugliesi desabafa sobre maternidade: ‘Vou fazer tudo do meu jeito’