(Foto: Reprodução / Instagram @beyonce)
in ,

Beyoncé quebra recorde de Whitney Houston em premiação

Beyoncé é agora a mais premiada da história do NAACP Image Awards.

Como se não bastasse Beyoncé se tornar o ser humano mais premiado da história do Grammy Awards, ela também conquistou o mesmo feito em outra premiação, a NAACP Image Awards, dedicada a honrar os afro-americanos mais influente no cinema, televisão e música.

Beyoncé tem 80 mil abelhas em casa
(Foto: Reprodução / Instagram @beyonce)

A edição 2021 da premiação terminou de revelar todos os seus vencedores nesta sexta-feira (26) e Beyoncé se destacou com quatro vitórias, das 7 que estava indicada, e quebrou o recorde antes de Whitney Houston, de pessoa mais premiada da história do NAACP Image Awards.

Com as novas vitórias, Beyoncé agora acumula 22 prêmios do NAACP Image Awards, superando as 19 vitórias anteriores de Whitney Houston. Antes da edição 2021 da premiação, Beyoncé tinha 18 troféus.

Em 2021, Beyoncé ganhou:

  • Melhor Artista Feminina
  • Melhor Videoclipe/Álbum Visual – Brown Skin Girl
  • Melhor Música Hip-Hop/Rap – Savage Remix com Megan Thee Stallion
  • Melhor Colaboração, Dupla ou Grupo – Savage Remix com Megan Thee Stallion

Com essas novas vitórias, Beyoncé se torna a artista com mais prêmios no Grammy, NAACP Image Awards, MTV VMAs, BET Awards e Soul Train Awards.

Jornal inglês elege “Formation” a melhor música de Beyoncé

A edição 2021 do Grammy Awards viu a história ser feita, com Beyoncé se tornando o ser humano mais premiado da história nessa que é considerada a principal premiação de música do mundo, e a gente bem sabe que o catálogo da cantora é primoroso, mas… Qual seria a melhor música de Beyoncé?

Foto: Reprodução / YouTube

O prestigiado jornal inglês The Guardian assumiu a tarefa e ranqueou as 30 melhores músicas da carreira solo da cantora (os lançamentos da era Destiny’s Child não foram contados, mas a rea The Carters, ao lado de JAY-Z foi), elegendo “Formation” como a melhor música de Beyoncé.

Superando o clássico “Crazy in Love”“Formation” é descrita como “tudo o que você quer de uma música de Beyoncé em três minutos e meio”.

“A música é aventureira, mas também funciona como pop; a letra equilibra o pessoal e o político – é uma poderosa demonstração de resiliência negra e um tributo à fabulosidade de Beyoncé – e seus vocais estão perfeitos, deslizando entre brincadeiras e determinação. Uma obra-prima.”

Escrito por Kavad Medeiros

Lu Andrade revela desejo de colaborar com Manu Gavassi

BBB 21: Com toque do “Big Fone”, Dennis Dj passa “trote” em brothers