in ,

Artista trans faz cover de Beyoncé em meio a protesto nos Estados Unidos

Uma artista trans roubou a cena durante um protesto contra o racismo realizado em Los Angeles, nos Estados Unidos. Miss Shalae, como é conhecida, juntou um grupo de negras poderosas para uma performance icônica de “Formation”, sucesso de Beyoncé, em meio aos manifestantes.

A apresentação ocorreu em março, mas o vídeo começou a circular nesta terça-feira (16), nas redes sociais. Shalae publicou um trecho em seu Instagram e, logo, outros perfis em homenagem à Beyoncé replicaram o registro.

Nas imagens, Shalae aparece com um figurino parecido com o que a diva pop usou em sua performance no Super Bowl, em 2016. Suas bailarinas – assim como as da cantora há quatro anos – também exibem penteados afros, boinas e jaquetas, em referência às roupas usadas por membros da organização Panteras Negras.

Durante a apresentação, Shalae é aclamada pelo público, que segura cartazes e bandeiras contra o racismo.

Veja o vídeo!

Performance de Beyoncé no Super Bowl foi polêmica

Para quem não se lembra, Beyoncé causou com sua performance de “Formation” no intervalo do Super Bowl, em 2016. Policiais e políticos conservadores do partido republicano chegaram a fazer críticas públicas à popstar por causa da apresentação.

O motivo da revolta foi Beyoncé ter feito referência ao movimento Panteras Negras, que combatia o racismo nos Estados Unidos, no final da década de 60. O partido patrulhava os guetos negros em Oakland, na Califórnia, para proteger os cidadãos da violência da polícia.

Na apresentação do Super Bowl, Beyoncé e suas dançarinas se vestiam como os membros do grupo histórico. O ex-prefeito de Nova York, Rudolph Giuliani (Rudy), considerou a atitude “revoltante”. Um político canadense também disse, na época, que com o claro apoio aos Panteras Negras, Beyoncé “não seria bem-vinda no país”.

Relembre a apresentação de Beyoncé!

Protestos nos Estados Unidos

Há um mês, os Estados Unidos assistem uma série de manifestações contra o racismo. Milhares de pessoas têm ido às ruas, diariamente, para reivindicar direitos, principalmente raciais, e justiça por George Floyd, Breonna Taylor e outras pessoas negras que foram mortas pela polícia em abordagens recentes.

Há um mês, uma onda de protestos contra o racismo toma as ruas de várias cidades dos EUA (Foto: Getty Images)

Depois da repercussão dos casos, vários artistas se juntaram aos protestos ou manifestaram apoio ao movimento “Black Lives Matter” (Vidas Negras Importam). Ariana GrandeHalseyYoungbludShawn MendesCamila Cabello, Harry Styles, Billie Eilish, Joe Jonas, entre outros, estão entre os nomes que se uniram ao povo nas ruas.

Além disso, nas redes sociais, diversas outras celebridades se pronunciam como Taylor Swift, Lady Gaga e a própria Beyoncé.

Beyoncé, inclusive, tem se mostrado bastante engajada na causa. Além de usar suas redes sociais para manifestar sua revolta, ela tem pressionado as autoridades locais por justiça.

No último fim de semana, por exemplo, ela escreveu uma carta aberta pedindo o indiciamento de policiais envolvidos no assassinato da paramédica Breonna Taylor, que foi morta dentro de casa pela polícia.

 

Escrito por Victor Arris

Missy Elliott Cinderella Single Ladies Beyoncé

Missy Elliott regravará “Single Ladies”, de Beyoncé, para o filme “Cinderella”, estrelado por Camila Cabello

Luan Santana recebe disco de ouro com "Asas"! Artista bate 6 milhões de streams no Spotify/Foto: Divulgação / Will Aleixo

Luan Santana lança videoclipe de “ASAS”