banner com link para rádio globo
Foto: Beatriz Person
in ,

Com uma sonoridade rock, Ananda foge do comum em “vc é msm tão melhor que eu?”

Cantora aborda ciúme e insegurança de uma forma leve e sincera.

A cantora Ananda segue em sua série de lançamentos e aposta em uma sonoridade rock alternativa para sua nova música, intitulada “vc é msm tão melhor que eu?”, que chega às plataformas digitais nesta sexta-feira (21), já com videoclipe.

Ananda capa vc é msm tão melhor que eu?
Foto: Divulgação

Leia mais:

Abordando o ciúme e a insegurança de uma forma leve e sincera, em mais uma composição ao lado de Bárbara Dias, Ananda explora instrumentos e timbres mais pesados em uma mistura que casa muito bem com sua voz doce.

O tema de “vc é msm tão melhor que eu?”, apesar de ser muito relacionável para qualquer pessoa, não se trata de uma inspiração na própria vida de Ananda, como ela falou ao POPline com exclusividade:

“Eu sempre procuro trazer nas minhas composições assuntos que sejam fáceis das pessoas se identificarem como fiz em ‘Segunda Opção’ e em ‘Fiz 18’. Acho que dessas minhas últimas composições a que mais me reflete como realmente sou é ‘Só Eu’. Na verdade, a letra da música não é para ninguém em específico, mas sim pra muitas pessoas que em algum momento se veem nessa situação de insegurança em seu relacionamento, algo muito comum e difícil.”

Ela continuou:

“Eu me inspiro muito em filmes e séries que assisto e claro que, como é uma música, a tendência é na hora de compor eu deixar tudo um pouco mais dramático, risos. Além disso, tem muitos elementos adicionados pela Bárbara Dias, que compôs essa música comigo”.

Foto: Beatriz Person

As inspirações no rock nacional

Não é novidade que Ananda está explorando cada vez mais uma sonoridade pautada em rock alternativo. Em “Fiz 18”, a cantora já trazia essa inspiração no pop/rock dos anos 2000 e com “vc é msm tão melhor que eu?” ela apostou ainda mais alto nessa tendência.

A produção da nova faixa foi feita ao lado de seu pai, Tom Morais. Juntos, eles beberam bastante na fonte do rock nacional e de grandes nomes como Los Hermanos e Raimundos, como ela mesmo nos contou:

“Eu venho sempre nessa jornada de autoconhecimento musical porque sou uma pessoa muito eclética e isso reflete diretamente no meu momento musical. Tive algumas músicas mais ‘soft’, como ‘Segunda Opção’ e ‘Só Eu’, até decidirmos ir para o rock pop dos anos 2000 em ‘Fiz 18’. Nessa, meu produtor musical e pai Tom Morais, e eu, decidimos permanecer na onda do rock, mas dessa vez um pouco mais para o lado alternativo, com timbres e instrumentos diferentes. Num certo momento temos até o som de uma caixinha de música, risos. Nos inspiramos em artistas como Los Hermanos, Rodrigo Amarante e até mesmo em Raimundos.”

O videoclipe

Com um tema tão importante, o clipe de “vc é msm tão melhor que eu?” teria que seguir a mesma vibe. Na produção audiovisual, Ananda retrata manifestações de sua própria consciência através de dois personagens: a psicóloga, que é o lado mais racional, e a amiga “pirada”, representando a impulsividade, a paixão avassaladora.

No clipe, Ananda ainda conta com um elenco de apoio com nomes famosos na internet: Loud Thaiga, Luh Setra, Caio Delafiori e Felippo Guizardi (Pippo).

“Gravar esse clipe foi uma experiência muito legal porque tem várias cenas bem impactantes! Eu me diverti muito gravando a cena da psicóloga, onde eu jogo todas as coisas no chão e depois sou levada embora, risos. A cena que eu fiquei mais nervosa foi a de quebrar a cabeça do manequim, não tinham muitas tentativas e eu não sabia se ia dar certo, no final fizemos de primeira e ficou perfeito”, contou Ananda.

Ananda novo clipe
Foto: Beatriz Person

A estratégia de divulgação

Com tanta criatividade colocada na música e no clipe, a estratégia de divulgação para “vc é msm tão melhor que eu?” também seguiu o mesmo estilo. Mais uma vez, Ananda preparou diversas ações para a campanha deste lançamento, como trends para o TikTok e até mesmo uma fotonovela.

Mas, como que surgiu tudo isso? Ananda explica:

“Temos um processo muito legal de preparação para cada lançamento e esse processo começa já na composição. Como além de cantora também sou criadora de conteúdo eu busco desde a composição já ir imaginando o que será possível fazer também na parte das ações de divulgação. No meu selo musical, que é a Disizme Produções, temos essa maneira de trabalhar com a música de uma forma 360 graus, já pensando na música, no clipe e consequentemente na divulgação. O que facilita muito esse processo é que o Tom Morais, que faz a produção musical, também é normalmente o roteirista e diretor dos meus clipes, então tudo fica muito amarrado desde o início.”

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Ananda (@ananda)

Ananda continuou e explicou como surgiu a ideia para criar uma fotonovela:

“Nessa música por exemplo seguimos um caminho de um rock mais alternativo e tivemos como inspiração para o clipe uma temática mais anos 1950 e 1960, para trazer para o clipe uma coisa mais ‘creepy’. Então seguimos essa referência em tudo que fizemos, cenário do clipe, figurino, a própria capa do single é inspirada em filmes dos anos 1950 e também na parte das peças de divulgação. Daí nasceu a ideia da fotonovela, pois era algo muito forte nos anos 1950 e 1960. Não posso deixar de citar também a importância de toda a minha equipe nos brainstorms de cada projeto, tudo é feito muito pensado e com muito carinho por todo mundo da Believe, que é minha distribuidora, da Disizme e minha mãe, além de toda a equipe de produtores, músicos, atores, equipe técnica dos clipes, etc.”

Toda essa estratégia parece ser natural para Ananda, que já nasceu artisticamente dentro do ambiente digital e já possui mais de 17 milhões de seguidores em suas redes sociais.

Escrito por Kavad Medeiros

briga entre irmãs

Jamie Lynn conta que não desempenhou nenhum papel na tutela de Britney Spears

Liga Brasileira de Free Fire começa no dia 5 de fevereiro