Foto: Divulgação/Globo
in ,

Vitória de Victor Alves faz IZA impedir o “hexa” de Michel Teló no “The Voice Brasil”

Técnico ganhou as últimas cinco edições. E a técnica se sagrou campeã pela primeira vez

De virada, Victor Alves sagrou-se campeão na 9ª temporada do “The Voice Brasil”. E mais do que isto, a vitória do jovem carioca de 20 anos de idade representou uma quebra de escrita. Após vencer por cinco anos consecutivos, o técnico Michel Teló teve o sonho do “hexa” interrompido pela técnica IZA, que por sua vez conseguiu sua primeira vitória em dois anos de participação no programa.

Victor Alves, do time IZA, sagrou-se o campeão da nona temporada do “The Voice Brasil” (Foto: Divulgação/Globo)

Ao longo de sua temporada, Victor Alves desfilou uma série de sucessos do pagode. Mas para a final, a técnica IZA preparou uma surpresa com seu candidato: escolheu uma música de Marília Mendonça (“Graveto”) e, outra, de Rihanna (“Diamonds”) para mostrar a versatilidade do cantor.

LEIA MAIS: Victor Alves vence 9º temporada de “The Voice Brasil” com 34% dos votos; veja as apresentações da Final

Ao receber cerca de 34% dos votos do público, Victor – que se divide entre trabalhos informais e a música – superou Ana Canhoto, Izrra e Douglas Ramalho e levou para casa o prêmio de R$ 500 mil reais, um contrato com a Universal Music e o gerenciamento de carreira na indústria musical.

“De verdade, não imaginava nem que fosse chegar à final. Nem da Rodada de Fogo achei que fosse passar. Quero dedicar isso aqui (troféu) para minha mãe que acreditou muito em mim. Se não fosse por ela, não estaria aqui. Eu não tenho nem palavras para descrever o quanto eu estou feliz”, disse o jovem, ainda incrédulo ao ser declarado campeão.

Trajetória até a final

Victor iniciou sua trajetória no programa após cantar “Pra Você Acreditar”, de Ferrugem, nas Audições às Cegas. Ele encantou os jurados de uma tal forma que todos viraram suas cadeiras, levando o jovem a escolher IZA entre os quatro técnicos.

Na fase das Batalhas, quando cantou “Se Eu Não Te Amasse Tanto Assim”, de Ivete Sangalo, ele permaneceu no reality após disputar uma vaga com Anna Lima e seguiu se destacando. Já na Rodada de Fogo, ele apresentou “Um Dia, Um Adeus”, de Guilherme Arantes, e quando começou os Shows ao Vivo, cantou “Atrasadinha”, de Felipe Araújo. Nas duas fases Victor foi escolhido por IZA.

LEIA MAIS: Será que você lembra de todos os vencedores do “The Voice Brasil”?

Para Semifinal, o jovem escolheu a música “Péssimo Negócio”, de Dilsinho, e garantiu sua permanência na competição após ser escolhido pela técnica. Ele somou os 20 pontos de IZA com a votação do público. Para ela, inclusive, a vitória de Victor era inevitável.

“O Victor ouviu tudo o que conversamos ao longo da competição. Está mais solto e mais seguro no palco. A voz dele sempre me emociona muito. Por isso eu acredito muito nele”, explicou IZA.

Curtiu esta matéria? Clique aqui para ler mais conteúdos do Oh My God! by POPline. Tem listas, curiosidades, virais, celebs, k-pop, reality shows e muito mais sobre cultura pop!

Escrito por Daiv Santos

Lexa comemora sua temporada como apresentadora do TVZ

POPline A Capella: Gabriel Gonti faz cover de "Amanhã Não Se Sabe" na versão do LS Jack. Foto: Divulgação

A Capella POPline: Gabriel Gonti faz cover de “Amanhã Não Se Sabe” na versão do LS Jack