in ,

Vitão relembra álbuns do pop que inspiram sua carreira

Cantor participa do quadro “Desafio POPline”, neste sábado (22)

Jojo Todynho deu o pontapé inicial no “Desafio POPline”, nosso mais novo quadro que vai ao ar no YouTube e IGTV, onde artistas que passam pelo POPline.Space escolhem três de suas maiores inspirações na música, dentre todo o catálogo de CDs da Loja Regards, para dividir com os fãs. E, para este sábado (22/05), foi a vez de Vitão mostrar quais são suas influencias no universo pop!

Logo de cara, ele selecionou o disco “Preço Curto… Prazo Longo”, um verdadeiro clássico do início da carreira do Charlie Brown Jr., que conta com os hits “Te Levar” e “Zóio de Lula” e “Confisco”.  “Eu estava com muita saudade de ir numa loja de CD’s. Foi um dos primeiros discos da banda e tem muitas músicas que eu ouço até hoje e que me construíram muito como artista”, declara.

Foto: Divulgação

O segundo disco que marcou a trajetória musical de Vitão foi “Unorthodox Jukebox”, do cantor norte-americano Bruno Mars. E os motivos ele nem precisaria explicar, porque se trata de um trabalho que teve ótima aceitação de crítica e púbico. Já vimos que bom gosto ele tem!

No papo, o artista, que acaba de lançar o single “Chamego”, em parceria com Rael, lembra o início da carreira quando cantava o hit “Locked Out of Heaven” por entre bares no início da carreira.

Bruno Mars rebate acusação de apropriação cultural
(Foto: Divulgação)

“Toquei muito essas músicas em bares, quando eu tocava em bar antes de começar. Eu fazia cover, tocava em bar, dava aula de violão… eu ficava horas e horas tocando minhas referências nacionais e internacionais nos bares, que era Djavan, Michael Jackson e Bruno Mars. Me remete a essa fase de início de tudo, da minha carreira, de um sonho”, conta.

Ele ainda ressalta que foi graças ai single “Rockstar” que ele se tornou fã de Bruno. “Ele traz uma parada diferente, do hip hop e o trap, com uma raiz muito forte do rock in roll. Ele conseguiu trazer isso de forma orgânica e natural, sem forçar.. fez essa junção de uma forma muito inovadora”, diz.

Escrito por Leonardo Rocha

Trechos do livro de Gilberto são disponibilizados; confira!

Fora do “Power Couple”, Medrado detona Déborah: “Dissimulada”