Foto: Divulgação
in

Último dia para participar da audição solidária de Marisa Monte

O lançamento oficial do álbum “Portas” será às 21h, mas qualquer pessoa que contribuir com valores a partir de R$ 20 poderá ouvi-lo uma hora antes, às 20h, com exclusividade.

Marisa Monte abraçou a causa dos profissionais de cultura de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Salvador que foram afetados pela paralisia do mercado decorrente da pandemia. A cantora promoveu uma “audição solidária” em que o fãs podem ouvir em primeira mão o seu novo álbum, “Portas” – primeiro de inéditas em dez anos.

Leia também: Marisa Monte antecipa tracklist de álbum com grandes parceiros

O lançamento oficial do trabalho será hoje (1º de julho – aniversário da cantora), às 21h, mas qualquer pessoa que contribuir com valores a partir de R$ 20 poderá ouvi-lo uma hora antes, às 20h, com exclusividade. Todo o dinheiro será convertido em cestas básicas para doação e, segundo com a União Brasileira de Compositores (UBC), Marisa já se antecipou e comprou, ela mesma, uma tonelada de alimentos para doar.

“Acho importante dar o exemplo para toda sociedade. Nos momentos de dificuldade coletiva, o altruísmo e a solidariedade fazem toda a diferença. Tem muita gente engajada em ações como essa, querendo fazer coisas relevantes neste momento. Eu já vinha participando de algumas iniciativas e acompanhando o trabalho de vários grupos que fazem essa assistência. E fiquei imaginando uma maneira de engajar meu público e sensibilizá-lo sobre a situação dos profissionais de música e cultura durante a pandemia”, disse a cantora e compositora em entrevista à UBC.

Ela conta ainda que o processo de gravação de “Portas” foi impactado diretamente na pandemia, “como tudo neste mundo”. As gravações estavam originalmente previstas para maio de 2020, mas só tiveram início em novembro, após a assimilação pela equipe de todas as boas práticas de isolamento social e prevenção contra os contágios. As viagens previstas a outras cidades para gravações de participações tiveram que ser suspensas.

Marisa Monte usa lançamento para ajudar profissionais da cultura
(Foto: Divulgação)

“Acabamos nos adaptando, experimentando sessões remotas, e deu muito certo. Foi um disco que eu gravei com pessoas nos mais diferentes lugares do mundo, Nova York, Lisboa, Madri e Barcelona, além da mixagem em Nova York e Los Angeles, tudo isso sem eu sair do Rio de Janeiro. É o meu disco mais internacional”, ela descreve.

A concepção inicial, pré-pandêmica, também deu lugar a outros temas, a outro clima. “O fato de ter atrasado fez com que algumas canções surgissem já dentro da pandemia. Mas outras, a maioria, já vinham sendo compostas nos últimos anos, com diversos parceiros. Canções que estavam na espera do momento certo para serem gravadas”, conta.

Ainda segundo a UBC, o disco marca a estreia de uma parceria do selo próprio de Marisa, o Phonomotor Records, com a Sony Music, que fará a distribuição. Carlinhos e Chico Brown, Dadi Carvalho, Silva, Davi Moraes e Pedro Baby, entre diversos outros nomes, têm participação no álbum, que foi produzido pela própria Marisa com coprodução de Arto Lindsay.

Além disso, Marisa anunciou que lançará o clipe da faixa-título, “Portas”, neste domingo (4), durante o Fantástico, da Rede Globo.

E tem mais…

A Alexa, inteligência artificial da Amazon, também está em festa pelo o aniversário de Marisa Monte (54 anos) e o lançamento de seu novo álbum. Basta dizer “Alexa, bom dia” para que a convidada especial surpreenda. O “bom dia” da Alexa é uma das interações preferidas dos brasileiros, que em seu primeiro ano no País, foi dita mais de 9 milhões de vezes. Além disso, os clientes também podem pedir à Alexa para ouvir o novo álbum de Marisa Monte no Amazon Music.

Assista o clipe de “Calma”, primeira música lançada do novo álbum:

Escrito por Rafa Ventura

Thiago Pantaleão e Ruxell estarão no “E Aí, POPline?” desta quinta

Presa nos anos 1980, Mara Maravilha diz estar com ranço de Xuxa