Foto: Photo Mix/Pixabay
in

Twitter registra crescimento de 7% e soma quase R$ 20 bilhões em receita de 2020

O Twitter divulgou, nesta terça-feira (9), o balanço financeiro do quarto trimestre de 2020 e do acumulado do ano. O resultado mostrou que a rede social teve prejuízo líquido de US$ 1,14 bilhão (aproximadamente R$ 6 bilhões) no ano passado. A empresa explicou que os números são reflexo, principalmente, da alta de impostos e da pandemia da Covid-19. Porém, mesmo assim a empresa registrou crescimento de 7% na sua receita, totalizando US$ 3,72 bilhões (quase R$ 20 bilhões).

Mas, quando o assunto é o quarto trimestre, a rede social comemora bons números. “Registramos um aumento de 27% de mDAU (usuários ativos diários monetizáveis) no quarto trimestre de 2020, atingindo uma média de 192 milhões. Nossas mudanças no produto até agora estão promovendo conversas mais saudáveis ​​para aqueles que usam nosso serviço, incluindo anunciantes e parceiros, e estamos animados sobre nossos planos de continuar inovando em 2021”, comemora Ned Segal, CFO do Twitter.

“Entregamos uma receita recorde de US $ 1,29 bilhão no quarto trimestre, um aumento de 28% ano a ano, refletindo melhor do que o esperado desempenho em todos os principais produtos e regiões”, afirma Segal.

Além disso, os anunciantes estão se beneficiando de novos formatos de anúncio, atribuição mais forte e segmentação, o que resultou em um aumento de 31% ano a ano na receita total de anúncios e mais de 50% ano a ano crescimento na receita do Mobile Application Promotion (MAP) no quarto trimestre.

Em tempo…

Se o Twitter está no radar de redes estratégicas para impulsionar o seu conteúdo, vale a pena ficar atento ao perfil de usuários da plataforma para criar conteúdos e campanhas assertivas. Para saber quem são, onde moram, quais os interesses e faixas etárias dos usuários da rede social, só clicar aqui! Vale destacar que “música” é um dos temas mais queridos da plataforma.

Escrito por Rafa Ventura

BTS: Fãs levantam hashtag “Curated_for_ARMY” – saiba o motivo

Tiago Leifert nega que tenha pedido para deixar o comando do “BBB 21”