Foto: Nitish Gupta/Pixabay
in

TikTok: 75% dos usuários dizem descobrir novos artistas na plataforma

Confira insights do estudo que quantifica o impacto crescente do TikTok na cultura e na música

Que o TikTok tem apontado tendências e impulsionado carreiras, isso já é notório. A música e o som são a linguagem universal da plataforma, eles desempenham um papel integral na criatividade, vivacidade e impacto cultural da comunidade. Muitos nomes nacionais e internacionais, como Lil Nas X e Olivia Rodrigo, utilizam a ferramenta para aumentar seu alcance e viralizar suas músicas.

Por isso, a equipe do TikTok resolveu se aprofundar e descobrir o que realmente impulsiona essas tendências e como elas se estendem e impactam a cultura em geral. A empresa contratou a MRC Data e Flamingo, ambos grupos independentes de pesquisa e análise, para mergulhar fundo em duas das esferas de influência definidoras da TikTok: som e cultura.

A pesquisa revela o poder da música no TikTok, trazendo luz sobre a importância e o impacto que a música tem para as marcas e também para a comunidade de criadores. “TikTok se tornou uma parte integrante da descoberta musical, conectando artistas a seus fãs e apresentando marcas a todos os cantos da comunidade”, disse Ole Obermann, head global de música da TikTok.

“TikTok é o lar das tendências musicais que permeiam a indústria, as paradas e a cultura. De artistas emergentes a proprietários de pequenas empresas, a pesquisa da MRC Data reforça isso, associando com a música ou som certo no TikTok, criadores, artistas e empresas semelhantes podem ver um grande impacto”, completa.

Conheça os principais insights da pesquisa:

No geral, a maneira única como a comunidade de TikTok descobre, endossa e co-cria música é o que o torna uma ferramenta tão poderosa para as marcas. Por isso, conhecer as conclusões importantes da pesquisa da MRC Data, pode fornecer mais informações sobre o impacto de grande impacto da música no TikTok e tornar a estratégia digital do artista ainda mais relevante.

Segundo a pesquisa, a maioria dos TikTokers não apenas descobrem novas músicas no TikTok, mas também escutam músicas que não ouvem em nenhum outro lugar. Com isso, a pesquisa revela que 75% dos usuários do TikTok dizem que descobriram novos artistas através do TikTok, e 63% dos usuários ouviram novas músicas que nunca tinham ouvido antes no TikTok.

Quando os criadores apresentam músicas que os TikTokers gostam em seus vídeos:

  • 68% dos usuários dizem que se lembram melhor da marca (entenda marca também como artista, afinal, todo artista é uma marca!);
  • 58% dizem que sentem uma conexão mais forte com a marca;
  • 58% dos usuários também dizem que são mais propensos a falar sobre a marca ou compartilhar o anúncio;
  • 62% afirmam ter curiosidade em conhecer a marca.

Usar uma música popular no conteúdo do TikTok é uma ótima maneira de chamar a atenção da comunidade. O estudo revela que 67% dos usuários do TikTok preferem ver vídeos com músicas populares ou em alta na plataforma. Eles também adoram ver conteúdo original, a maioria (65%) dos TikTokers preferem conteúdo de marcas que apresentam sons originais.

Do TikTok para o mundo

A comunidade é motivada a interagir com a música apresentada em vídeos no TikTok, com 67% dos TikTokers mais propensos a procurar uma música que ouviram no TikTok em uma plataforma de streaming de música. Os membros da comunidade ainda costumam ter seu próprio momento “Ouvi no TikTok” durante seu dia a dia – 72% dos TikTokers concordam que associam certas músicas ao TikTok.

Foto: Reprodução

Além da música, a plataforma e comunidade impactam a cultura e geram tendências que começam no TikTok e permeiam todos os lugares. Graças à pesquisa do Flamingo, foi possível quantificar o quanto o TikTok impulsiona a cultura por meio da catalisação de tendências que ressoam muito além do aplicativo.

Desde limpar as prateleiras graças ao #TikTokMadeMeBuyIt, impulsionar as tendências da moda de luxo e ouvir seus amigos dizerem “Eu vi isso no TikTok” todos os dias, 71% dos usuários acreditam que as maiores tendências começam no TikTok.

“A TikTok reviveu o amor à marca. Nossa comunidade convida marcas a se inclinarem e participarem de tendências, a se conectar por meio de conversas e a co-criar, tudo o que constrói advocacy e, em última análise, impulsiona as compras”, revela Sofia Hernandez, Head de Marketing de Negócios da N.A. do TikTok.

A pesquisa da Flamingo revelou insights importantes que as marcas podem considerar para impulsionar a cultura no TikTok:

  • Por meio da construção de comunidades e tendências, o TikTok inspira ações fora da plataforma: 43% dos usuários tentam algo ou vão a algum lugar novo depois de ver pelo menos uma vez na plataforma.
  • Quando as marcas participam e adotam a linguagem do TikTok, a comunidade as aceita: 61% dos TikTokers gostam mais das marcas quando criam ou participam de uma tendência no TikTok, e 21% dos TikTokers se sentem mais conectados às marcas quando comentam as postagens das pessoas.
  • Adotando o meio da autenticidade, 56% dos usuários e 67% dos criadores se sentem mais próximos das marcas que veem no TikTok – principalmente quando publicam conteúdo humano e não polido.
  • 45% dos usuários se sentem mais conectados a marcas que lhes ensinam algo novo ou fornecem informações sobre si mesmos no TikTok.
  • A comunidade TikTok adora ver rostos familiares na plataforma, especialmente quando as marcas se envolvem em parcerias com criadores. 63% dos usuários gostam quando as marcas mostram os criadores do TikTok em seus vídeos.
  • Alavancar criadores e tendências populares é uma forma impactante de as marcas criarem no TikTok, com 66% dos usuários gostando quando as marcas patrocinam criadores para mostrar seus produtos.

Por fim, a pesquisa conclui que 7 em cada 10 usuários acreditam que as comunidades TikTok têm o poder de criar mudanças na cultura.

Escrito por Rafa Ventura

Olimpíadas: Ginasta brasileira se apresenta ao som de “Baile de Favela”

Thiaguinho conta o que fez para esconder problema com figurino em live