in ,

“The Batman”: Para o diretor, novo filme não precisa de sequência

Matt Reeves afirmou que o novo filme do herói da DC é uma experiência completa e não apenas o Capítulo 1 de uma história.

Foto: Divulgação

Nem mesmo ainda foi lançado, já se fala sobre uma sequência para o filme “The Batman”, que chega aos cinemas no dia 3 de março. Mas, apesar de toda a animação para próximos filmes do herói da DC estrelados por Robert Pattinson, o diretor do novo filme garantiu que “The Batman” não precisa de sequência.

Matt Reeves The Batman
Foto: Divulgação

Leia mais:

Em entrevista para o jornal Los Angeles Times, Matt Reeves revelou que sua ideia para “The Batman” era de oferecer uma experiência completa e não apenas o “Capítulo 1” de uma história, de uma trilogia. Por isso, pra ele, o novo filme do homem-morcego não precisa de uma sequência.

Mas não se engane, ele quer sim trabalhar em mais filmes do Batman, mas ele não tem muita pressa pra isso.

“Meu sentimento ao fazer o filme sempre foi que eu nunca iria tratá-lo como capítulo 1. Porque o capítulo 1 assume que há mais capítulos. Então, o que eu queria fazer era tornar esse filme uma experiência satisfatória para que as pessoas pudessem experimentar uma nova versão de um personagem que o mundo ama por mais de 80 anos”, afirmou Matt Reeves.

E a sequência?

25 curiosidades de "Batman", com Robert Pattinson
(Foto: Divulgação)

Apesar de “The Batman” ser uma história completa por si só, Matt Reeves quer sim contar novas histórias de Bruce Wayne e Gotham City, mas isso vai depender mesmo do público e da boa aceitação do novo filme.

“Se tivermos sucesso nessa frente, sei que tenho muitas histórias que quero contar e então faremos o capítulo 2, mas não porque não fizemos deste uma experiência completa. Vamos ver o que acontece, vamos ver o público assistir. Espero que eles se conectem a ele e, se o fizerem, sim, definitivamente há mais a fazer e eu não vou dormir por muito tempo!”, explicou o diretor.

Escrito por Kavad Medeiros

“Lady Leste”: Álbum de Gloria Groove está entre os 15 lançamentos mais ouvidos do Spotify em 2022

“Me senti constrangido”, diz Vyni sobre Eliezer no Jogo da Discórdia