Foto: reprodução/ @taylorswift Instagram
in ,

Taylor Swift tem 4 dos 10 álbuns femininos mais vendidos da era do streaming

O “folklore”, lançado em 2020, entrou para o Top 10.

Taylor Swift pode até ter começado sua carreira antes da era do streaming, mas é mesmo nessa atual era da indústria fonográfica que a cantora elevou seu status ainda mais, quebrando recordes atrás de recordes e escrevendo seu nome na história da música mundial.

Taylor Swift é acusada de se apropriar de logo de loja africana
(Foto: Reprodução / YouTube)

Tanto que, nos Estados Unidos, Taylor é dona de quatro dos 10 álbuns femininos mais vendidos da era do streaming. A entrada mais recente foi o “folklore”, álbum lançado por ela em 2020. O disco tem atualmente 2.648 milhões de unidades equivalentes vendidas nos Estados Unidos e pegou a posição do “A Star is Born”, de Lady Gaga.

Além do “folklore” na 10ª colocação, Taylor Swift ainda aparece no Top 10 dos álbuns femininos mais vendidos da era do streaming nas seguintes posições:

  • 2º lugar: “1989” (7.355 milhões)
  • 5ª lugar: “Reputation” (3.718 milhões)
  • 7º lugar: “Lover” (3.003 milhões)

O disco feminino mais vendido da era do streaming nos Estados Unidos é o “25”, de Adele, com impressionantes 11.143 milhões de unidades equivalentes vendidas.

>> Taylor Swift anuncia o “Red” como sua próxima regravação

O ranking foi compilado entre os dias 13 de dezembro de 2014 e 9 de janeiro de 2021.

Confira o Top 10:

  1. Adele – 25
  2. Taylor Swift – 1989
  3. Billie Eilish – When We All Fall Asleep, Where Do We Go?
  4. Rihanna – ANTI
  5. Taylor Swift – Reputation
  6. Cardi B – Invasion of Privacy
  7. Taylor Swift – Lover
  8. Beyoncé – Lemonade
  9. Ariana Grande – thank u, next
  10. Taylor Swift – folklore

Taylor Swift pode disputar Grammy de Álbum do Ano contra si mesma

Taylor Swift Olivia Rodrigo
Foto: Reprodução / Instagram

O site da revista Forbes levantou um dado curioso sobre o Grammy 2022: existe a real possibilidade de Taylor Swift concorrer ao troféu de Álbum do Ano contra si mesma. Ela é um nome forte na corrida pelo prêmio por conta do “evermore”, sucessor do “Folklore”, que foi premiado neste ano. E tem mais.

Além da indicação por “Evermore”, Taylor Swift deverá concorrer também por seu crédito no álbum “SOUR” de Olivia Rodrigo. A novata é um dos nomes mais cotados para o Grammy 2022, e seu álbum traz Taylor creditada na faixa “1 Step Forward, 3 Steps Back”, que traz uma interpolação da música “New Year’s Day”. Taylor pode se beneficiar disso.

Escrito por Kavad Medeiros

Juliette encontra Rodolffo em ensaio e brinca: “continua feio”

orgulho gay

Lil Nas X diz que Sam Smith é sua inspiração