Loona comback
Foto: Divulgação
in ,

Spotify se pronuncia sobre retirada do catálogo de artistas de K-pop da plataforma

Plataforma global de streaming não chegou a um acordo com empresa sul-coreana

Os fãs de K-pop não estão nada contentes com a retirada do catálogo de diversos artistas sul-coreanos do Spotify. O assunto dominou os trend tópics, lista de assuntos mais comentados do twitter, durante o dia. De acordo com o site Koreaboo, houve um desacordo entre a Kakao M e a plataforma global de streaming, que acabou resultando na exclusão das músicas de artistas como MAMAMOO, Seventeen, IU, Monsta X, (G)I-DLE, GFRIEND, LOONA, The Boyz e Sunmi.

K-Pop: MAMAMOO pode acabar nesta semana
(Foto: Reprodução / Instagram @mamamoo)

O Spotify emitiu um comunicado confirmando que não conseguiu firmar um acordo com a distribuidora sul-coreana mesmo após um ano e meio de negociações. “A partir de 1º de março de 2021, o catálogo da KakaoM não estará mais disponível para nossos ouvintes em todo o mundo devido ao vencimento da nossa licença. Temos trabalhado com a KakaoM ao longo do último ano e meio para renovar o acordo de licenciamento global, para que a música de seus artistas permaneça disponível para os mais de 345 milhões de ouvintes do Spotify em cerca de 170 mercados ao redor do mundo”, comunicou a plataforma de streaming.

Compre BTS na Regards

Monxta X novo álbum
Foto: Divulgação

A empresa reiterou que, apesar de todos os esforços, o acordo de licenciamento existente entre o Spotify e a Kakao M foi encerrado. A plataforma global de streaming lamentou a interrupção e disse esperar que ela seja temporária:

O fato de ainda não termos chegado a um acordo sobre um novo acordo global é lamentável para seus artistas, bem como para fãs e ouvintes em todo o mundo. Esperamos que essa interrupção seja temporária e possamos resolver a situação em breve. Continuamos comprometidos em trabalhar com detentores de direitos locais, incluindo a KakaoM, para ajudar a expandir o mercado musical coreano e o ecossistema de streaming em geral.

O acordo entre as duas companhias incluía a distribuição do catálogo em todos os países, exceto a Coréia do Sul. Em fevereiro, o Spotify inaugurou o seu serviço no país, estabelecendo uma concorrência direta da Kakao M, que além de uma empresa de streaming também distribui as músicas dos artistas citados.

LEIA MAIS: Fãs pedem retorno de catálogo de artistas sul-coreanos em plataforma

 

Escrito por Douglas Françoza

Claudia Leitte entrega as primeiras performances de “Agradece” no ‘The Voice’ e ‘Domingão do Faustão’

Fantástico: Karol Conká relembre episódios de racismo na infância e fala sobre “cancelamento” da carreira