banner com link para rádio globo
Foto: Logos/Reprodução
in

Spotify fecha escritório e Live Nation interrompe negócios com a Rússia

O Spotify também revelou que está removendo todo o conteúdo dos canais de notícias russos RT e Sputnik de sua plataforma

A Live Nation, uma das maiores promotoras de shows do mundo, está se recusando a fazer negócios com a Rússia devido à invasão da Ucrânia pelo país. Além deles, a gigante Spotify também anunciou o fechamento de seus escritórios no território por tempo indeterminado.

Leia mais:

“A Live Nation se une ao mundo condenando fortemente a invasão da Ucrânia pela Rússia. Não promoveremos shows na Rússia e não faremos negócios com a Rússia”, disse a produtora em um comunicado fornecido à Billboard. A declaração continuou dizendo: “Estamos no processo de revisão de nossos fornecedores para que possamos interromper o trabalho com todos e quaisquer fornecedores russos”.

A decisão da Live Nation ocorre em meio a uma enxurrada de outras reações de grandes empresas de vários setores às hostilidades na Ucrânia. O Spotify disse que está removendo todo o conteúdo dos canais de notícias russos RT e Sputnik de sua plataforma e fechou seu escritório russo indefinidamente em resposta ao “ataque não provocado da Rússia à Ucrânia”, informou a Variety. Isso segue as ações do Google e da Apple para cancelar negócios com o país.

“Estamos profundamente chocados e entristecidos pelo ataque não provocado à Ucrânia. Nossa primeira prioridade na semana passada foi a segurança de nossos funcionários e garantir que o Spotify continue a servir como uma importante fonte de notícias globais e regionais em um momento em que o acesso à informação é mais importante do que nunca”, disse o representante do Spotify.

A Live Nation também foi às redes sociais na quarta-feira (2) para deixar sua posição clara, com postagens acompanhadas da imagem da bandeira ucraniana e da hashtag #STOPWARINUKRAINE. As postagens nas mídias sociais acrescentaram que a empresa “aplaude todos os músicos que estão usando suas vozes para promover a paz”.

No início desta semana, o desenvolvedor de entretenimento ao vivo Oak View Group também condenou abertamente as ações da Rússia e prometeu não fazer negócios com o país. Além disso, a OVG prometeu não atender marcas russas em nenhum de seus locais globais, com efeito imediato. A OVG administra arenas, estádios e teatros, incluindo a recém-renovada Climate Pledge Arena, em Seattle, e a UBS Arena, em Nova York.

“Estamos com o povo da Ucrânia, condenamos as ações da Rússia e esperamos que nossa postura inspire outros em nossa indústria a agir onde puderem”, concluiu o comunicado da OVG.

Ainda de acordo com a publicação da Billboard, alguns artistas também estão decidindo não fazer shows na Rússia. O rapper Oxxxymiron disse no início desta semana em um vídeo no Instagram que está cancelando sua primeira turnê em cinco anos, que foi esgotada. Ele estava programado para realizar três shows em São Petersburgo na próxima semana e depois três shows de 11 a 13 de março, no Adrenaline Stadium, de Moscou.

Escrito por Rafa Ventura

“Encontro”: Glória Maria diz que Natália será a campeã do BBB22

“The Cuphead Show”: Série da Netflix é confirmada para sua segunda temporada