Editora Sony/ATV volta a ser chamada de Sony Music Publishing
Foto: Divulgação
in

Após 25 anos, Sony/ATV passa por reformulação e volta a ser chamada de Sony Music Publishing

“Retornar ao nome Sony Music Publishing nos reconecta ao nosso legado e unifica ainda mais nossa missão e cultura com a Sony Corporation”, diz o CEO da Editora, Jon Platt

Após 25 anos e vários meses de trabalho nos bastidores, a grande reformulação da marca Sony/ATV foi lançada globalmente hoje (10) pela editora. Isso significa o fim do nome Sony/ATV após 25 anos e o início de uma nova era como Sony Music Publishing.

Impulsionada pela liderança do presidente e CEO Jon Platt, a renovação do nome da Sony Music Publishing pretende alinhar ainda mais os negócios com as marcas de entretenimento da Sony. A reformulação da marca reflete a identidade da Sony, que se descreve como “uma empresa de entretenimento criativo com uma base sólida de tecnologia”.

Comemorando sua “estética moderna e enérgica”, a empresa disse que a Sony Music Publishing homenageia sua herança como empresa Sony e “estabelece as bases para seu futuro como uma empresa com prioridade para compositores e universalmente inclusiva”.

A nova identidade da marca é incorporada a um logotipo atualizado, que é projetado como uma abstração de ondas sonoras – com “ressonâncias e vibrações que expressam oportunidades em expansão infinita para compositores”. Complementando o símbolo, o ethos da Sony Music Publishing é que “todas as vozes são importantes”.

“A Sony Music Publishing sempre abraçou o poder da composição para conectar culturas e aproximar as pessoas. Desde o seu início, a Sony Music Publishing apoiou a carreira de compositores e continua a defender seus direitos. Retornar ao nome Sony Music Publishing nos reconecta ao nosso legado e unifica ainda mais nossa missão e cultura com a Sony Corporation. Nossa nova marca incorpora uma visão moderna de ser um reflexo autêntico da música e dos compositores que representamos”, diz o CEO Jon Platt.

O presidente do Sony Music Group, Rob Stringer, acrescentou:

“Reenergizando a marca Sony Music Publishing, Jon e a empresa estão traçando um novo rumo para os negócios e um caminho estimulante para seus compositores e seu pessoal. A nova imagem ousada da divisão de publicação também transmite a evolução do Sony Music Group como uma empresa de entretenimento criativo voltada para o futuro, adicionando distinção ao nosso posicionamento. ”

O presidente, presidente e CEO da Sony Corporation, Kenichiro Yoshida, disse:

“A nova marca dinâmica da Sony Music Publishing transmite a promessa de nossa abordagem criativa e nossa liderança no espaço de música e entretenimento. Jon e Rob continuam a desenvolver os negócios da Sony e fortalecer nossa reputação como uma ‘empresa de entretenimento criativo com uma base sólida de tecnologia’ com artistas e compositores de todo o mundo. Como uma empresa que tem sido e continua a capacitar compositores, acredito fortemente que sua mensagem de marca inclusiva levará as pessoas a ficarem mais próximas, mais do que nunca”.

A empresa ganhou o prêmio de Publisher Of The Year no Music Week Awards em 2020. A mudança de marca segue uma série de aquisições de catálogo nos últimos anos.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Sony Music Publishing | Brazil (@sonymusicpubbrazil)

Histórico Sony/ATV para Sony Music Publishing

A Sony / ATV foi originalmente estabelecida em 1995 por meio de uma joint venture com Michael Jackson que reuniu a Sony Music Publishing original com a ATV Music de Jackson. Jackson adquiriu a ATV Music, que possuía o catálogo Northern Songs, em 1985, notoriamente, Paul McCartney aconselhou Jackson sobre as vantagens de possuir os direitos de publicação sem esperar que isso incluísse seus próprios interesses nos Beatles). A Northern Songs detinha os direitos de todas as canções que John Lennon e Paul McCartney escreveram durante seu tempo com os Beatles.

Em 2016, a Sony adquiriu a participação de 50% do Michael Jackson Estate na Sony / ATV, tornando-a uma empresa Sony de propriedade integral.

Em 2007, a Sony / ATV adquiriu a Famous Music, que incluía catálogos de filmes e televisão americanos. Em 2012, a Sony, junto com um grupo de investidores, comprou a EMI Music Publishing. Seis anos depois, a Sony comprou as participações remanescentes na EMI, o que consolidou o status da Sony / ATV como líder de mercado. Depois de marcar seu 25º aniversário no ano passado, a Sony / ATV – junto com a EMI Music Publishing – se tornará um novo nome para os livros de história da indústria musical.

Catálogos clássicos da Sony Music Publishing, incluem The Beatles, Queen, Ashford & Simpson, Motown, Carole King, Leiber & Stoller, Leonard Cohen, Stevie Wonder, Claudia Brant e Michael Jackson. A editora também representa compositores contemporâneos, como Ed Sheeran, Beyoncé, Lady Gaga, Calvin Harris, Cardi B, Daddy Yankee, Gabby Barrett, Jay-Z, Kanye West, Luke Bryan, Maluma, Miranda Lambert, Pharrell Williams, Rihanna, Sara Bareilles , Sean ‘Diddy’ Combs e muitos mais.

Escrito por Láisa Naiane

Manu Gavassi volta às redes sociais

Manu Gavassi volta às redes sociais

Luísa Sonza recusou convite para ‘BBB 21’ e pondera: “Gastei R$ 1,5 milhão em ‘Modo Turbo'”