Snowdrop: canal JTBC vai processar difamadores do drama com Jisoo do BLACKPINK
(Foto: Divulgação)
in ,

Snowdrop: canal JTBC vai processar difamadores do drama com Jisoo do BLACKPINK

“Tomaremos medidas rigorosas contra calúnias infundadas e fatos fabricados”, diz JTBC.

O canal coreano JTBC cansou de aguentar tantas críticas e tentativas de boicote por conta da série “Snowdrop”, protagonizada por Jisoo do BLACKPINK. Um porta-voz da comunidade online Clean divulgou um e-mail que recebeu do canal, com um aviso de que não tolerará mais difamações. A JTBC processará quem continuar espalhando informações falsas sobre “Snowdrop”.

Snowdrop, com Jisoo, volta a crescer na audiência em meio a polêmicas

“A JTBC está sofrendo enormes danos por disseminação de informações falsas sobre o drama ‘Snowdrop’. Pretendemos tomar medidas firmes para proteger os direitos dos criadores e da emissora do conteúdo. Recentemente, fake news e acusações infundadas, que são diferentes do conteúdo real do drama, têm circulado contínua e repetidamente. (…) Observe que tomaremos medidas rigorosas contra calúnias infundadas e fatos fabricados. Além disso, evite ataques pessoais à equipe de produção e ao elenco de ‘Snowdrop'”, diz o e-mail divulgado.

Snowdrop: canal JTBC vai processar difamadores do drama com Jisoo do BLACKPINK
(Foto: Divulgação)

Leia mais:

Justiça dá decisão favorável à “Snowdrop”, drama com Jisoo do BLACKPINK

O drama “Snowdrop”, estrelado por Jisoo do BLACKPINK, ganhou mais uma decisão favorável na Coreia do Sul. Depois da Casa Azul, que defendeu a liberdade de expressão ao permitir sua exibição, o Tribunal Distrital Ocidental de Seul não acatou as reclamações de um grupo civil chamado Declaration of Global Citizens in Korea, que queria o programa fora do ar.

Snowdrop: canal JTBC vai processar difamadores do drama com Jisoo do BLACKPINK
(Foto: Divulgação)

A reclamação geral é que “Snowdrop” distorce fatos históricos do movimento pró-democracia, ao glamorizar o personagem de um espião do regime militar. O canal JTBC nega que faça isso. O tribunal, no entanto, explicou em seu parecer que, mesmo que “Snowdrop” seja baseado em distorções histórias, é baixa a probabilidade do público aceitar cegamente isso. A informação foi divulgada pelo sie Soompi.

O tribunal também ressaltou que não existe nenhuma lei que proteja o movimento pró-democracia de distorções histórias. Neste caso, as reclamações dos 300 mil cidadãos que assinaram uma petição contra “Snowdrop” não tem base em nada.

Escrito por Leonardo Torres

Luísa Sonza e Vitão vão reatar namoro? Eles desmentem!

Com casamento em crise, Saulo Poncio vai para Réveillon de Neymar sem Gabi Brandt