Foto: Divulgação/ Pedro Landeiro
in

ROCKline apresenta: Paulo Thomaz e o single ‘Quem Aperta o Gatilho’

“É a música mais rock do repertório, uma faixa que deixa clara a influência do Lenine no meu trabalho”, resume o cantor.

O tempo nos faz refletir e, às vezes, mirar em novos caminhos. É isso o que motiva Paulo Thomaz.

LEIA MAIS: 

Foto: Divulgação/Pedro Landeiro

Após três anos sem lançamentos inéditos, em fevereiro, o cantor disponibilizou a faixa “Disco Voador” nas principais plataformas de streaming. “Lancei versões ao longo desse tempo e nada durante a pandemia. Retornei às novidades com “Disco Voador”, que faz parte de “Landeiro”, meu novo álbum”, explica.

Mas há quem se pergunte: “Ué, o nome dele não era Paulinho Thomaz?”. Sim, porém agora o artista traz uma um novo nome, uma nova estética e faz um paralelo com a carreira. “Este projeto marca a mudança de nome artístico. Eu era Paulinho Thomaz e hoje sou Paulo Thomaz. É o primeiro trabalho com essa nova assinatura”, vibra.

E os lançamentos continuam. Agora Paulo traz “Quem Aperta O Gatilho?”, o segundo single deste novo álbum, que será lançado na íntegra nos próximos meses.

“Quem Aperta O Gatilho?” é uma música com muito significado. Segundo Thomaz, a inspiração surgiu quando estava na janela do seu apartamento e escutou disparos de armas. Assisrta!

“Compus essa música depois de chegar na janela e ouvir barulho de tiros. Logo me perguntei o que estava acontecendo e essa situação me inspirou. Quem estava atirando? De qualquer forma, por mal ou por bem, atirar, ao meu ver, é sempre ruim. Na música eu digo ‘quem aperta o gatilho se fere também’. Claro que existe uma relação com a questão do desarmamento. “Em tempos de discussão sobre armar ou não a população, eu acho que essa música passa uma mensagem importante”, completa.

O clipe

Dirigido por Gabriel Martinho e filmado nos estúdios da Muitamidia Comunicação, no Rio de Janeiro, o clipe de “Quem Aperta O Gatilho?” mostra um cidadão comum, de classe média, chegando em casa cansado depois de um dia de trabalho.

“É a música mais rock do repertório, uma faixa que deixa clara a influência do Lenine no meu trabalho”, entrega o cantor.

Escrito por Magda Pinheiro

Gêmeas? Celular de Larissa Manoela desbloqueia com Rafa Kalimann

BTS libera fotos inéditas dos bastidores de "PROOF" e muito mais

BTS libera fotos inéditas dos bastidores de “PROOF” e muito mais