in ,

Rihanna, Demi Lovato e Dua Lipa também se manifestam após aprovação de lei anti-aborto pelo estado do Alabama

A polêmica sobre a nova lei anti-aborto aprovada pelo estado norte-americano do Alabama continua e depois de Lady Gaga se pronunciar sobre a decisão, que bane e criminaliza qualquer tipo de aborto, mesmo em casos de estupro, agora é a vez de Rihanna, Dua Lipa e Demi Lovato falarem o que pensam.

É um consenso entre as celebridades que se pronunciam contra a aprovação da lei anti-aborto, que essa decisão deve ser tomada pela mulher, já que o corpo é dela.

A luta pela legalidade do aborto é uma batalha feminista de muitos anos, mas ainda é muito comum homens votarem contra a prática, sempre baseados em ideologias religiosas.

Sobre a decisão do estado do Alabama, Rihanna apenas publicou a foto dos políticos responsáveis pela aprovação da nova lei e escreveu: “Vejam. Esses são os idiotas que estão tomando decisões para as mulheres na América. Governador Kay Ivey… Vergonha de você!”

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

take a look. these are the idiots making decisions for WOMEN in America. Governor Kay Ivey…SHAME ON YOU!!!!

Uma publicação compartilhada por badgalriri (@badgalriri) em

Já Demi Lovato fez uma uma série de publicações sobre o assunto, culminando no seu pronunciamento pessoal. “Meu corpo. Minhas morais. Minha vida. Minha escolha. Não sua”, escreveu a cantora, que continuou: “Quer você concorde ou não, todo humano e nesse caso as mulheres merecem o direito de decidir por eles mesmos o que eles querem fazer ou sentem vontade de fazer com seus corpos. Não é sua escolha para se fazer. Especialmente quando seus corpos foram tomados delas em primeiro lugar (vítimas de estupro).”

Dua Lipa, que mesmo não sendo norte-americana, também explicitou sua revolta com a decisão do estado do Alabama. “Não é seu corpo. Não é sua escolha. Não precisa justificar. Nenhum homem deveria tomar decisões tão fundamentais sobre os corpos das mulheres. Como pode o aborto ser banido antes das armas? Nossos direitos precisam ser ouvidos. E nós temos o direito de ficarmos revoltadas. Todo meu apoio do outro lado do oceano. Em solidariedade às minhas irmãs”, escreveu Dua Lipa.

Escrito por Kavad Medeiros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Yasmin Santos lança nesta sexta-feira o primeiro EP do projeto “Ao Vivo em São Paulo”; veja a capa!

Diego e Victor Hugo lançam clipe ao vivo de “Saudade Tocando Terror”; assista!