Matuê, L7NNON, Xamã e Baco Exu do Blues, no line up do REP Festival | Fotos: Divulgação
in ,

REP Festival volta ao Rio de Janeiro com mais de 100 shows em dois dias

Estrelas como Matuê, Baco Exu do Blues, Djonga, PK, Filipe Ret, L7nnon, Xamã, Black Alien, entre outros, formam o line-up

Considerado um dos maiores festivais de rap do Brasil, o REP Festival (Ritmo & Poesia Festival) está de volta ao Rio de Janeiro para sua terceira edição, desta vez em dose dupla. Pela primeira vez, o evento terá dois dias de programação, 12 e 13 de fevereiro, em uma nova casa: o Parque dos Atletas. Com mais de 100 shows, o evento contará com mais de 30 horas atrações, em 3 palcos, ocupando uma área de 150 mil metros quadrados.

Leia mais:

O REP Festival 2022 terá o maior line-up da história do rap brasileiro. Entre os mais de 50 artistas que formam o line-up, estão nomes que arrastam multidões em turnês e quebram recordes de audiência nas plataformas de streaming, como Matuê, Baco Exu do Blues, Djonga, BK, Filipe Ret, L7nnon, Xamã, Black Alien, Costa Gold e Cynthia Luz. O evento é uma realização da Rep Union, agências À Vera e Sommar e tem patrocínio da Tiger e Kenner. Os ingressos estão à venda no site oficial do REP Festival.

Na programação repleta de estrelas das cenas do rap e trap nacionais, estão também o aclamado produtor Papatinho, autor de parcerias com ícones internacionais como Snoop Dogg e Will.i.am; o coletivo Poesia Acústica e a aguardada reunião do grupo carioca Cone Crew Diretoria. Além de rappers como Poze do Rodo, Orochi, Bin, PK, Jovem Dex, Sidoka, Luccas Carlos e Cabelinho, entre muitos outros MCs e DJs.

Djonga está no REP Festival 2022 | Foto: Divulgação

Terceira edição com o dobro de tamanho

Comparado à edição de estreia, em 2019, é seguro afirmar que o REP Festival seguiu de perto o crescimento do gênero musical no Brasil. Nas duas primeiras edições, em 19 e 20, o evento aconteceu na Cidade das Artes, com apenas um dia de programação por ano. O cenário já seria diferente em 2022, com uma planejada mudança para o Riocentro, não fosse a enorme procura do público, que esgotou os mais de 30 mil ingressos em menos de 24 horas.

Isso levou a produção não apenas a migrar o REP Festival para o Parque dos Atletas, mas também a abrir um segundo dia de programação e disponibilizar mais ingressos para o primeiro. Tudo isso graças ao novo espaço, mais amplo, capaz de receber um público maior com ainda mais conforto e novas possibilidades de experiências.

Imagem da primeira edição do Festival em 2019 | Foto: Reprodução/Instagram

O festival contará com 3 palcos: batizados de “Ritmo”, “Poesia” e “Experimenta”, os dois primeiros serão os principais e o último trará novos talentos de diferentes estados. Reforçando o DNA da cultura urbana que é o cerne do hip hop.

“Estou muito feliz e orgulhoso de ter acreditado neste movimento há quase 10 anos. Hoje, estamos construindo mais um degrau nesta jornada”, afirma o produtor, que há mais de uma década atua na cena do hip hop brasileiro”, diz Fabrício Stoffel, fundador do REP Festival e sócio da Rep Union, sobre o caminho trilhado até a criação do maior festival de rap do país.

Segundo Romulo Groisman, sócio da À Vera e realizador do festival, “o crescimento demonstra não apenas o crescimento do rap no Brasil, mas também a expectativa pelo retorno dos grandes eventos, após o período mais crítico da pandemia, principalmente pelo público mais jovem”.

Line up do REP Festival | Foto: Reprodução

O Palco Experimenta será dedicado aos novos talentos que afloram pelos 4 cantos da região metropolitana do Rio de Janeiro. O espaço terá ainda outro diferencial: os intervalos dos shows serão abertos para o público duelar em batalhas de rima. Para acompanhar a maratona de música, arte e diversão, o festival terá uma grande área de alimentação com diversas opções gastronômicas, inclusive veganas.

“O festival cresceu e com isso toda estrutura e serviços também. Estamos com foco no planejamento de uma experiência à altura de toda a grandiosidade e o momento de explosão do rap no Brasil”, finaliza Cléber Júnior, diretor de operações do REP Festival e sócio da Sommar.

Clique aqui e confira a íntegra do line-up.

Escrito por Rafa Ventura

Nando Reis confirma parceria com Jão e diz: “Ele é um estrondo inegável”

Gabriel Medina se manifesta pela 1ª vez após término com Yasmin Brunet