banner com link para rádio globo
Foto: Reprodução/Instagram
in

Exclusivo: Xamã promove ação em parceria com o TikTok em “Malvadão 3”

Na campanha, o rapper convida os criadores da plataforma a criar ainda mais conteúdos com a sua música e ele vai reagir aos vídeos mais divertidos e criativos

O TikTok anunciou uma ação em parceria com Xamã em seu mais novo hit, “Malvadão 3” – em parceria com DJ Gustah e Neo Beats. Na campanha, o rapper convida os criadores da plataforma a criar ainda mais conteúdos com a sua música e ele vai reagir aos vídeos mais divertidos e criativos.

Com mais de 1,5 milhão de criações no TikTok com a música “Malvadão 3”, o hit, lançado via ONErpm, também chegou ao 1º lugar da Top 50 do Spotify Brasil e alcançou a 26ª posição do ranking global do streaming, e já soma mais de 58 milhões de plays no Spotify. Além de ter se consagrado como a canção mais escutada na virada do ano no Brasil na Deezer.

“Xamã é um artista fantástico e totalmente fora da curva. Um grande nome dentro da ONErpm que vem conquistando a cada dia números cada vez mais impressionantes dentro do TikTok”, revela Arthur Fitzgibbon, Diretor da ONErpm Music Brasil.

@euxama44 @4gnesnunes #MALVADAO3 ♬ Malvadão 3 – Xamã & Gustah & Neo Beats

Roberta Guimarães, head de Conteúdo Musical do TikTok Brasil, revelou que eles ficaram felizes de ver como as tendências nascem no TikTok, com interações que incentivam todos os usuários a participar.

“A partir do sucesso de ‘Malvadão 3’, os criadores da plataforma mostraram toda a sua criatividade, com recriações da música que falam desde falta de dinheiro até fantasias de amor. E as paródias viralizam também: uma delas, “Nunca Viajo de Avião”, por exemplo, ficou entre os vídeos mais populares em janeiro, com mais de 21 milhões de visualizações”, finaliza.

Foto: Divulgação

Análise e comparação com Drake

Em uma publicação feita no Instagram, Flávio Saturnino, CEO do POPline, fez uma análise do sucesso de o artista vem conquistando nos últimos meses. Segundo ele, o que Xamã está conseguindo fazer é muito parecido com o que o Drake conseguiu na gringa há dez anos.

“O rapper na década passada conseguiu se tornar mainstream, sem perder as conexões com a cena underground. Mesmo assim, os sites de hip hop tentavam atacá-lo de alguma forma: era muito comum ler artigos que diziam que ele fazia “rap para meninas” e rejeitavam as parcerias com Beyoncé e Rihanna. E também tentavam boicotar as músicas feitas para tocar em rádios pop. O fato é que o Drake – vindo do Canadá – conseguiu revolucionar a cena e reaquecer o movimento urbano a nível global na era digital”, constatou.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Saturnino, Flávio (@saturnino)

Para ele, “Malvadão 3” é a evolução natural do álbum “Zodíaco”. “Neste disco, ele conseguiu mostrar pro mercado que estava pronto para fincar sua bandeira no mainstream. Não foi à toa as parcerias escolhidas (Marília, Luísa, Gloria). E o resultado está aí…”

“Imagino que a essa altura, artistas de todos os segmentos estão procurando o Xamã. Então, ele tem que usar sua inteligência criativa ao máximo para entender como conquistar cada mercado de acordo com a demanda. Que ele seja bastante seletivo também, né?”

E finaliza: “Para a nova cena nacional urbana, englobando rap, trap e até as novas tendência do funk, Xamã no topo das paradas é uma grande chance para um movimento ainda maior. Espero que os artistas e fãs do segmento entendam a importância desse momento e continuem se apoiando”.

Escrito por Rafa Ventura

Simone & Simaria reabrem o “Bar das Coleguinhas” com “Rapariga”

Maria, do BBB22, ganha processo contra ex-empresário