Foto: Reprodução/Twitter
in ,

Prêmio Multishow: Lulu Santos ressignifica o hit “A Cura” e alerta sobre o coronavírus

Cantor abriu a premiação direto do Morro da Urca, no Rio de Janeiro

Do icônico Morro da Urca, no Rio de Janeiro, Lulu Santos marcou presença no Prêmio Multishow 2020 realizado na noite desta quarta-feira (11/11). Em entrevista no pré-show do evento, o cantor explicou porque decidiu apresentar o hit “A Cura”, lançado originalmente em 1988 durante a explosão do vírus HIV no mundo, mas que ganha novo significado em 2020 por conta da pandemia de coronavírus.

“Essa música lidava com a questão da Aids. A gente estava tendo as primeiras pessoas em volta caindo pra aquilo e eu fiquei impressionado com essa história. E tinha essa diferença porque naquela época o vírus era mais seletivo. Chamava-se a Aids de câncer gay. Então aquilo aparentemente estava restrito a um grupo de pessoas que não importava tanto. Então a cura, a necessidade de fazer pesquisa foi relegada por quase um ano ou um ano e meio (…) Como este vírus de agora [o coronavírus] não é nada seletivo, também viu-se que o da Aids também não era. Parece que a canção voltou a fazer sentido. É cíclico, né?”, disse Lulu.

Lulu abriu o Prêmio Multishow empunhando um violão Gibson e foi acompanhado por um coral composto majoritariamente por cantores negros, todos vestidos com túnicas lilás.

Assista:

Um Prêmio Multishow diferente

Este ano, por causa da pandemia do novo coronavírus, a equipe responsável pela premiação precisou bolar um outro esquema para que o evento acontecesse este ano. A resposta veio em um formato semelhante ao criado pela MTV norte-americana para o VMA: polos espalhados e poucos palcos fixos com apresentadores que se revezam entrevistando convidados. Rio de Janeiro, Salvador, Fortaleza, São Paulo e Belo Horizonte foram as cidades escaladas.

O grande diferencial do Multishow para o VMA foi o apoio de um esquema multiplataforma do canal que contou com nomes como Titi Muller, Dedé Teicher, Guilherme Guedes, Laura Vicente, Vivian Amorim e China, Hugo Gloss, Lucas Gutierrez, Pequena Lo, Mario Jr, Marcela Montellato, Julio Secchin, Bárbara Portela, Carol Morena, Fabrício Nobre, Guilherme Araujo, Liv Brandão, Mário Caldato Jr, Michelly Mury, Nepal, Paola Wescher, Pedro Antunes, entre outros, acionando além da transmissão ao vivo na rádio Globo, Globoplay, no canal de humor do Multishow no YouTube e ainda BIS, Instagram, Twitter, Facebook e TikTok.

Escrito por Daiv Santos

Prêmio Multishow: Jão emociona com versão de “Codinome Beija-Flor” e “O Tempo Não Para” em homenagem a Cazuza

Artistas regravam “Paciência”, do Lenine, para vídeo especial do Prêmio Multishow