(Foto: Alex Santana)
in ,

Prêmio Multishow: cantoras pretas ganham destaque na edição deste ano!

IZA é a primeira mulher preta a apresentar a cerimônia desde que ela foi criada em 1994.

Mulheres pretas nunca tiveram tanto espaço em premiações televisionadas no Brasil quanto neste ano. IZA, Ludmilla, Teresa Cristina, Majur e Elza Soares se apresentam nesta quarta (11/11) no Prêmio Multishow. O momento é perfeito: na semana que vem, comemora-se o Dia da Consciência Negra.

IZA, além de tudo, será a anfitriã da cerimônia – ao lado de Paulo Gustavo e Tatá Werneck. É a primeira vez que uma mulher preta apresenta o Prêmio Mutlishow. Homens como Toni Garrido e Lázaro Ramos já ocuparam esse cargo: são os únicos pretos que apresentaram a premiação, que existe desde 1994.

IZA é a primeira mulher preta a apresentar a cerimônia desde que ela foi criada em 1994.
(Foto: Alex Santana)

A escolha do canal é reflexo de vários fatores. O VMA 2020 também foi apresentado por uma mulher preta, a atriz e cantora Keke Palmer. Porém, pesa mais o que aconteceu na edição do Prêmio Multishow no ano passado. Ao ser anunciada vencedora da categoria Melhor Cantora, Ludmilla foi vaiada. Mais tarde, ela postou um vídeo mostrando que alguém da plateia também a havia xingado de “macaca” – em claro crime de racismo.

O retorno de Ludmilla

Na época, a cantora lamentou o ocorrido. “Até quando isso? As coisas para mim e para a maioria dos brasileiros nunca foram fáceis. Com preconceito e julgamento pela cor da pele, vocês só complicam as coisas. A vontade de me diminuir é tanta que não pensam nas consequências dos atos”, disse.

Neste ano, ela volta consagrada. Ludmilla fechou parceria com o Prêmio Multishow para o lançamento de seu single novo, “Rainha da Favela”. A música será cantada em primeira mão no evento e entrará nas plataformas digitais meia-noite.

"LUD TV": Ludmilla cria programação de 24 horas para lançar "Rainha da Favela"
(Foto: Divulgação / Rodolgo Magalhães)

Teresa Cristina no Prêmio Multishow

Artistas pretos são 37,5% do line-up dos shows do Prêmio Multishow 2020. Dos seis nomes escalados, cinco são mulheres. Teresa Cristina, nome pouco comum em premiações brasileiras, chega ao evento deste ano com o destaque dado por suas lives no Instagram.

Elza Soares comemora sucesso

Já Elza Soares vem do sucesso do álbum “Planeta Fome”, que lhe rendeu uma nova indicação ao Grammy Latino. Recentemente, ela lançou também um clipe com a banda Titãs.

Majur, a própria representatividade

Majur, por sua vez, é muitas representatividades em um único corpo: mulher, trans, preta. Também indicada ao Grammy Latino por “AmarElo” (parceria com Emicida e Pabllo Vittar), a artista atualmente promove o single “Andarilho”.

Escrito por Leonardo Torres

Sucesso do BLACKPINK

BLACKPINK revela teaser do novo lightstick oficial

Demi Lovato revela cantora que inspirou single novo

Demi Lovato revela cantora que inspirou single novo