Política: BTS representará Coreia do Sul em fóruns globais
(Foto: Divulgação)
in ,

Política: BTS representará Coreia do Sul em fóruns globais

Presidente nomeou BTS como Enviado Presidencial Especial de Cultura e Futuras Gerações.

O BTS vai fazer parte das ações políticas da Coreia do Sul de agora em diante. O presidente Moon Jae-in nomeou o grupo de K-Pop como “enviado presidencial especial” para participar de fóruns globais, tratando de cultura e das futuras gerações. Isso mesmo: o grupo vai adicionar mais esse compromisso à atribulada agenda.

A primeira reunião como “enviados especiais” já está marcada. o BTS participará da 75ª sessão da Assembleia Geral da ONU, entre 14 e 30 de setembro. A missão do grupo é levar mensagens de apoio e esperança para jovens de todo o mundo. O BTS também participará de ações sociais voltadas para meio ambiente, diversidade e em combate à pobreza e à desigualdade.

Política: BTS representará Coreia do Sul em fóruns globais
(Foto: Divulgação)

Explicação do governo

Em comunicado enviado à imprensa, o governo da Coreia do Sul explicou porque escolheu o BTS para essa missão. “‘Permission To Dance’ liderou a parada Billboard Hot 100, seguindo ‘Butter’, que foi nº1 por sete semanas. A mensagem de conforto contida nas letras, a mensagem em língua de sinais na coreografia e a mensagem de convivência e harmonia entre várias etnias têm algo em comum com a vontade da República da Coreia de superar a crise do coronavírus por meio da solidariedade e da cooperação com o mundo”, diz o texto.

“[O BTS] foi escolhido para melhorar a imagem do país em questões globais por meio de colaborações em atividades em todo o mundo”, pontuou Park Suhyeon, porta-voz do presidente.

Governo mudou lei para beneficiar BTS

Além do mais, é uma maneira do BTS retribuir à recente mudança na lei relativa ao serviço militar obrigatório. Em dezembro, a Coreia do Sul anunciou que artistas pop com reconhecimento internacional poderão adiar o alistamento até os 30 anos. Se não fosse por isso, Jin e SUGA já deveriam estar servindo, pois completaram 28 anos – a idade limite para o restante da população masculina.

“Um artista pop recomendado pelo Ministro da Cultura, Esportes e Turismo para melhorar a imagem da Coreia do Sul tanto dentro do país como no mundo pode ter a permissão de adiar o serviço militar até os 30 anos”, informa o Military Service Act sobre o novo quadro.

Política: BTS representará Coreia do Sul em fóruns globais
(Foto: Divulgação)

Escrito por Leonardo Torres

Don't Go Yet

Camila Cabello faz tratamento vocal para sua performance de retorno

TikTok anuncia ferramenta para marcas investirem em conteúdo nativo