Divulgação/Logo YouTube
A empresa Pex observou todos os dados visíveis da plataforma em 2019, levando em consideração seu conteúdo, uploads e categorias de performance
in

De acordo com a Pex, 88,4% dos vídeos no YouTube possuem menos de mil visualizações

Divulgação/Logo YouTube

Apesar dos artistas brasileiros ocuparem 16 posições dentre as TOP 20 Lives mundiais, com milhões de visualizações simultâneas, a realidade de milhares de views não é uma regra, principalmente se forem analisados todos os conteúdos presentes no YouTube.

De acordo com a análise da Pex, que observou todos os dados visíveis da plataforma em 2019, levando em consideração seu conteúdo, uploads e categorias de performance; 88,4% dos vídeos no YouTube possuem menos de 1.000 visualizações.

Os usuários continuaram a aumentar sua produção média de upload a cada ano, com a maioria dos novos vídeos (33%) sendo enviados para a categoria Jogos. A média de uploads por usuário em 2019 atingiu 16, dobrando a produção de cinco anos atrás.

 width=

Segundo a análise da empresa, em comparação 2018, o conteúdo de jogos aumentou nos últimos anos e os dados de 2019 sugerem que essa tendência continuará no futuro próximo.

Os jogos são a única categoria que aumentou sua proporção do conteúdo total desde 2016, enquanto todas as outras categorias estagnaram ou continuam a incluir cada vez menos a oferta geral da plataforma. Este ponto de dados torna-se especialmente interessante à medida que exploramos quais tipos de conteúdo são mais valiosos na plataforma, aponta a Pex.

 width=

Apesar do crescimento expressivo de uploads de jogos, não é a categoria de melhor desempenho no YouTube. A Música continua a dominar a plataforma com mais visualizações por vídeo do que qualquer outra categoria.

Ao normalizar para a duração de cada upload, a liderança da Música é ainda mais destcada. As 2.944 visualizações por minuto da música são mais do que o dobro de entretenimento e cerca de 22 vezes maior do que jogos.

 width=

A Música se tornou mais importante no YouTube em 2019 em comparação com 2018. No ano passado, a música representou 22% de todas as visualizações, um aumento de 2% em relação ao ano anterior.

A música pode representar uma pequena porcentagem do conteúdo em 5%, mas ainda chama mais atenção, seguida por Entretenimento, que precisava do dobro de conteúdo para obter quase a mesma porcentagem de visualizações que Música.

Pessoas e Blogs é a categoria padrão para uploads do YouTube se nenhuma outra categoria for selecionada manualmente pelo usuário. Portanto, o People & Blogs é artificialmente inflado e parte de seu conteúdo provavelmente deve ser categorizado de forma diferente, ressalta a Pex.

A maioria absoluta esmagadora maioria dos vídeos do YouTube (88,4%) ainda gera menos de 1.000 visualizações. 

 width=

Repetindo o desempenho em 2018, uma pequena fração dos vídeos compõe a maioria das visualizações. Apenas 0,77% dos vídeos geraram 82,83% das visualizações em 2019.

 width=

 

Para as camadas de “10 a 100 milhões” e “100 milhões a 1 bilhão” de visualizações, Música lidera em participação no total de vídeos com 30% e 57%, respectivamente, sendo a categoria mais popular do YouTube. Para as mesmas camadas de visualização, Entretenimento vem em segundo lugar com 25% e 17%, respectivamente.

Para vídeos com mais de 1 bilhão de visualizações, a música é responsável por 83% dos vídeos. O entretenimento gerencia apenas 1,5% desses vídeos, enquanto o jogo compreende apenas 0,5%.

 width=

De acordo com a Pex, os resultados da análise apontam que os jogos estão a caminho de se tornar a maioria do conteúdo da plataforma. No entanto, os vídeos de Música e Entretenimento trazem a maioria das visualizações, apesar de representarem apenas 15% dos vídeos da plataforma.

A música também está se tornando mais valiosa ano após ano, aumentando sua participação no total de visualizações. À medida que outras plataformas como o TikTok se tornam cada vez mais populares, o YouTube continua a ser a plataforma de vídeo dominante e permance crescendo, com o número de uploads por usuário ainda aumentando em 2019.

Em tempo, nossa colunista Marina Mattoso reuniu 5 etapas fundamentais para lançar (ou ativar) seu canal no YouTube, saiba mais clicando aqui.

Escrito por Redação POPLine

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 artistas trans que Marília Mendonça pode convidar para sua próxima live

12 artistas trans que Marília Mendonça pode convidar para sua próxima live

Demi Lovato fala sobre problemas mentais de Kanye West

Demi Lovato divulga prévia de nova música de seu próximo álbum