Foto: Reprodução / Uproxx
in ,

Para Ava Max, “Sweet But Psycho” fez a música Pop voltar aos holofotes

Em nova entrevista, a cantora falou que antes de sua música fazer sucesso, o que bombava era no estilo indie.

Com o seu álbum de estreia, o “Heaven & Hell”, lançado em 2020 amparado no sucesso de “Sweet But Psycho” e super bem criticado mundialmente, Ava Max refletiu sobre sua música de maior sucesso e o impacto que ela teve na indústria fonográfica em geral.

Ava Max Uproxx
Foto: Reprodução / Uproxx

Em entrevista para o site Uproxx, a cantora estadunidense afirmou que “Sweet But Psycho” foi a responsável por trazer a música Pop de volta aos holofotes, em uma época em que os principais e mais bombados lançamentos eram músicas indies.

“Eu senti que era uma música boa, mas eu sabia que tinha muita música indie na época. Até na New Music Friday, naquela época, ‘Sweet But Psycho’ era a única desse tipo. Era a única música Pop ali”, afirmou Ava Max.

“‘Sweet But Psycho’ trouxa de volta a música Pop, e todo mundo começou a fazer música Pop novamente. Literalmente, todos esses artistas Pop começaram a ficar mais Pop, e eu acho que ‘Sweet But Psycho’ abriu as portas para isso novamente”, completou.

Leia mais:

Ava Max está experimentando novos ritmos ao gravar seu novo álbum

Foto: Divulgação

Não espere que o próximo álbum de Ava Max seja parecido com o “Heaven & Hell”. Apesar da ótima recepção do projeto, tanto da crítica como do público, a cantora está experimentando novos ritmos para seu novo disco.

Em entrevista para a revista Forbes publicada no mês de maio, Ava afirmou que já está produzindo seu novo disco, mesmo com o “Heaven & Hell” tendo sido lançado em setembro de 2020.

Ao ser questionada sobre o trabalho, Ava Max falou que o novo álbum é algo “que as pessoas ficarão surpresas porque é ainda mais hinário do que o que vocês ouviram.”

“Eu não quero falar muito porque quero que seja uma surpresa. Mas, estou explorando uns dois outros gêneros [musicais] com certeza. Ainda muito hinário”, explicou Ava Max sobre a sonoridade do álbum.

 

Escrito por Kavad Medeiros

Música Boa: Pedro Sampaio e Ivete Sangalo fazem versão funk de “Sorte Grande”

Para Azealia Banks, DaBaby deveria ter sido cancelado muito antes