in

No “Encontro”, Ludmilla relembra bullying do início da carreira: “me chamavam de feia e diziam que eu cantava muito mal”

Nesta manhã de natal, 25 de dezembro, Ludmilla esteve ao vivo no programa de TV “Encontro com Fátima Bernardes”, da Globo. Um dos assuntos abordados foi o bullying e ela acabou dando seu depoimento pessoal.

A cantora revelou que não viveu o bullying na escola, mas sim no começo da sua carreira quando desacreditavam de seu talento. “Comecei a sofrer depois que eu virei cantora. Me apelidaram de MC Beyoncé, porque eu gostava muito da Beyoncé, falavam: ‘meu Deus, que menina feia, você é horrível, você não vai conseguir, você canta muito mal’. Era muita rajada de coisas, teve uma vez que eu até desativei o Facebook. Minha mãe sempre me dizia pra sair do Facebook, porque eu podia entrar em depressão”, lembrou.

No entanto, ela lembra que teve um “anjo da guarda” que a fez acreditar. “Se eu ficasse olhando aquilo, eu jamais estaria aqui. Depois disso, veio um anjo da quarta que realmente entendia do assunto e falou: ‘quem disse que você não canta? Você canta demais, seu gogó é abençoado’. Então minha mãe disse para acreditar nele, que era um produtor musical, e não em um monte de gente que nunca me viu”, completa.

CLIQUE AQUI para assistir ao vídeo.

É claro que a participação da Ludmilla não poderia faltar muita música! Veja performances de “Solta a Batida” e outros hits na Globo Play.

Escrito por Caian Nunes

Léo Santana e Lore Improta ficam noivos na noite de Natal! Veja fotos

Jornal confirma parcerias de Rosalía com Dua Lipa e Pharrell Williams