banner com link para rádio globo
Foto: Ivan Erick
in ,

MEL lança novo single “Cardiopulmonar” e confirma chegada de seu 1º álbum

A música é a última dentre os lançamentos avulsos que precedem o disco solo da cantora. Ouça!

Nesta sexta-feira (13) chega às plataformas digitais o novo single de MEL, “Cardiopulmonar”. A faixa, que encerra os lançamentos avulsos da cantora em carreira solo, serve também como início de um novo ciclo, onde ela já prevê o seu primeiro álbum.

capa do single 'cardiopulmonar', de mel
Capa do single “Cardiopulmonar” idealizada pelo fotógrafo Ivan Erick. Foto: Ivan Erick

Leia Mais:

“Cardiopulmonar”, que é uma composição de Uma Pessoa e tem produção assinada pelo duo Deep Leaks, traz sensibilidade e exalta questões íntimas de MEL, como ela mesma contou em entrevista exclusiva ao POPline:

“Essa música já tem um tempo. A ideia é que ela saísse logo após ‘A Partir de Hoje’, mas tudo colaborou para que levasse mais tempo. Ela foi ficando [para depois] também porque estava em um lugar muito especial para mim. Um lugar de final de ciclo. De fato encerrar essa etapa em que eu estava me experimentando musicalmente, eu diria, e também onde eu estava sendo mais real e mais aberta com minhas experiências, minha realidade e minhas fragilidades artísticas também.”

Ela continuou:

“Gosto muito de ‘Cardiopulmonar’ porque ela tem um sabor de início de realizações. Ela é uma música muito forte para mim. É como uma mensagem de ‘cotinua, vai lá, continua fazendo’. Afinal de contas, sempre vai ter alguém pra empurrar o seu peito de alguma forma para você continuar fazendo o que você gosta e acredita.”

A produção de “Cardiopulmonar”

A música nasceu de um pandeiro e, por vontade de MEL, se manteve com outros elementos percussivos e também eletrônicos em sua versão finalizada. “Em cima da base que a Mel trouxe, começamos a levantar o arranjo, colocando piano, cordas, baixo, violão e mais camadas percussivas,” explicaram os produtores Juliano Parreira e Gustavo Koshikumo, do Deep Leaks.

De acordo com MEL, o duo conseguiu trazer a sonoridade que ela queria, mesclando percussão e sintetizadores, coisa que ela já havia feito em sua versão com toques de house music do clássico “Emoriô”, imortalizado na voz de Gilberto Gil. Além disso, a cantora também quis trazer a sensação de batidas cardíacas para “Cardiopulmonar”, como ela explicou ao POPline:

“Quando ouvi a música, senti que ela era muito bonita e que ela precisava da minha parte mais emocional, mais profunda e essa profundeza vinha de tambores e de alguns synths mais eletrônicos, que também é minha cara, é o meu lado pop, que não posso deixar morrer. Durante nosso processo de produção, eu vim falando muito sobre batidas do coração e de respiração e essa cadência se deu para além do pandeiro. Achei muito interessante o resultado que o Deep Leaks me apresentou. Achei muito bonito, fiquei emcionada.”

O primeiro álbum solo de MEL

“Cardiopulmonar” encerra os lançamentos avulsos de MEL e com isto ela já mira o futuro. O primeiro álbum solo, muito aguardado por fãs desde o final da Banda Uó em 2018, é uma realidade e será lançado em breve.

Foto: Layla Motta

“As coisas pra mim precisam ter sentido. Tenho muita dificuldade em fazer coisa sem sentido, mesmo sabendo que às vezes elas funcionam, têm o timing certo. Mas eu precisava fazer sentido e finalizar esse ciclo com ‘Cardiopulmonar’, que é um ode a continuar viva. Continuar sendo, produzindo,” comentou MEL sobre o início da nova fase.

Sobre o primeiro álbum, ela falou:

“Ele já vai vir com um outro trabalho, outra performance, outro cabelo, outra roupa. Toda uma outra parada elaborada para contar a história desse disco. Então, agora, fechamos esse ciclo que é um pouco mais solto, de experiências, e depois tudo novo.”

MEL se apresenta neste domingo, 15 de maio, às 19 h, no Centro Cultural da Diversidade, em São Paulo. O show contará com os singles lançados até o momento, algumas recordações da Banda Uó, o lançamento de “Cardiopulmonar” e algumas surpresas do que virá no novo disco.

Escrito por Mari Pacheco

Power Couple: volta de Adryana e Albert revolta participantes

Arthur Aguiar comenta como conciliará a carreira com a família