Foto: reprodução/Pinterest
in ,

Mariah Carey relata relacionamento abusivo com Tommy Motolla em entrevista à Oprah: “ele controlava todos ao meu redor”

O que significa ser uma cantora bem sucedida, com recordes globais? O que fica escondido na vida de uma super estrela? Quando os fãs e admiradores de Mariah Carey olham para ela ou a escutam cantar seus inúmeros hits, nem imaginam os traumas e pesadelos que a estrela já viveu.

Lançando sua autobiografia “The Meaning of Mariah Carey” (O significado de Mariah Carey), a cantora falou de seu casamento com o empresário Tommy Motolla em nova entrevista à Oprah, no programa “The Conversation”.

Tommy Motolla: um relacionamento mais que abusivo

A indústria da música era bem diferente nos anos noventa. Com um número restrito de selos, poucos nomes conseguiam emergir ao estrelato e alcançar visibilidade e sucesso. Quem sonhava com isso, certamente ouvia falar do poder de Tommy Mottola, o maior executivo da industria fonográfica naqueles tempos e então presidente da Sony Music. Foi ele quem “lançou” Mariah, com quem também viveu um casamento conturbado

Foto: reprodução/Pinterest

Em entrevista a Oprah, a cantora deu detalhes da vida a dois, contou que vivia em uma espécie de prisão e enfrentava uma série de regras e restrições: “era algo extremamente opressivo e muito difícil de entender se você não convivesse comigo”, disse Mariah. Quando perguntada o porque de ter se casado com o empresário, mesmo com sua intuição dizendo o contrário, a cantora respondeu que teve medo.

Mariah tinha apenas 18 anos e a ambição de uma jovem artista. “Acreditei no quanto ele acreditou em mim e acho que dei créditos a ele por isso”, disse a cantora ao constatar que se casou por “pressão” de Mottola. “Eu não acredito em casamento. Nunca acreditei na instituição casamento”, completou.

A cantora acreditava que o relacionamento com o então namorado controlador fosse melhorar quando os dois se casassem.

“Eu estava vivendo o meu sonho, mas não podia sair de casa. Solitária e presa. Fui mantida refém nesse relacionamento. Catividade e controle vêm de muitas formas, mas o objetivo é sempre o mesmo: acabar com a determinação de quem está preso, aniquilar qualquer noção de valor próprio e apagar a memória que a pessoa tem de sua própria alma.” –  escreveu Mariah em um trecho lido pela apresentadora.

O cativeiro 

O casamento foi um pesadelo para a Mariah Carey. Ela relatou que não podia sair de casa para encontrar uma amiga em um salão de beleza e nem conversar com pessoas não “autorizadas”. Monitorada por câmeras e seguranças armados, Mariah contou que não podia se levantar da cama no meio da noite para ir a outro cômodo de sua casa sem que fosse atormentada pela voz de seu marido questionando o que ela estava fazendo.

“Ele controlava todos ao meu redor. Todos tinham medo dele porque ele era muito poderoso na época. Ninguém na indústria é tão poderoso assim hoje”

Em um episódio descrito pela artista, Jermaine Dupri, Xscape e De Brat a foram a sua casa. Enquanto se divertia com os amigos, a cantora resolveu sair de casa com De Brat para comprar comida e, no carro, seu telefone não parava de tocar. Até que, intimidada, Jemaine ligou e disse que as duas precisavam voltar. “Isso não está nada bem. Você é a Mariah Carey. Pensei que pudesse fazer aquilo que quisesse. Você não pode ficar neste relacionamento”, disse Da Prat.

LEIA MAIS 

Mariah Carey conta que quase foi vendida a cafetão aos 12 anos

Escrito por Douglas Françoza

A cantora ainda refletiu que o público verá claramente o seu amadurecimento como artista nesse lançamento. Foto: Divulgação

POPline Feat: Lali revela que novo álbum será bem dividido entre músicas “para dançar e românticas” e desejo de fazer disco de rock

Divulgação/Logo Ecad

Ecad anuncia redução dos valores cobrados de rádios comunitárias