"The Rarities": Mariah Carey 'serve' aos fãs uma simbiose dos 30 anos de carreira em faixas inéditas. Foto: Divulgação
"The Rarities": Mariah Carey 'serve' aos fãs uma simbiose dos 30 anos de carreira em faixas inéditas. Foto: Divulgação
in ,

Mariah Carey conta que quase foi vendida a cafetão aos 12 anos

Cantora narra história em sua autobiografia “The Meaning of Mariah Carey”.

Mariah Carey publicou seu livro de memórias “The Meaning Of Mariah Carey” e algumas das revelações podem ser chocantes para os fãs – e para não fãs também. Uma das histórias narradas pela popstar é que ela foi oferecida a um cafetão quando tinha apenas 12 anos. Foi obra de sua irmã mais velha, viciada em drogas.

“Minha irmã me drogou com Valium, me ofereceu uma unha cheia de cocaína, me fez queimaduras de terceiro grau e tentou me vender para um cafetão”, diz Mariah.

(Foto: Divulgação)

Família conturbada

A diva concedeu uma entrevista para Oprah Winfrey para promover o livro e falou mais sobre o assunto. Segundo ela, a relação familiar sempre foi conturbada. “Fui lançada neste mundo e me senti literalmente como uma estranha em minha própria família. Sempre me viram como um esquema de enriquecimento rápido”, revela.

Hoje com 50 anos, Mariah afirma que sofreu negligência “em vários níveis” por parte de sua mãe. “Sempre me senti suja, não me sentia bem e ela acabou me deixando com pessoas que não eram confiáveis”, conta. Vale lembrar que, recentemente, a irmã mais velha de Mariah, Alisson, afirmou que foi abusada sexualmente, quando era criança, com consentimento da mãe.

Mariah Carey conta que quase foi vendida a cafetão aos 12 anos
(Foto: Reprodução / Apple TV)

Segundo Mariah, um dos namorados da irmã, John, certa vez a forçou a beijá-lo. “Eu estava nauseada e assustada. Eu me senti imobilizada”, lembra. A família era completamente desestruturada. No livro, Mariah Carey conta que o irmão Morogan era muito violento. “Quando ele estava por perto, não era incomum buracos serem feitos na parede ou objetos voarem pela casa”.

A diva pop admite que sofre de transtorno de estesse pós-traumático. “Sempre busco minha principal fonte de força, a fé em Deus, mas também o amor de meus fãs. Isso não quer dizer que eu não lute contra o transtorno de estresse pós-traumático, devido ao que vivi na infância, meu casamento e os anos sombrios de ‘Glitter”, diz Mariah.

“Trabalho na minha recuperação emocional diariamente”, completa.

Escrito por Leonardo Torres

Rihanna divulga teaser do "Savage X Fenty Show Vol. 2"

Rihanna divulga teaser do “Savage X Fenty Show Vol. 2”

Karol Conká afirma: “Masturbação é algo mágico para se autoconhecer e incentivar minha criatividade”